Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Urano em Touro, 16 de Maio de 2018, Urano em Touro e o Mapa de Portugal





O Ingresso de Úrano em Carneiro e o Mapa de Portugal 
Urano ingressa no signo de Touro no dia 16 de Maio
Úrano se relaciona com as tecnologias, em carneiro temos vindo a assistir a grandes mudanças no mundo tecnológico e nos conectamos com o mundo digital de uma forma inovadora, o avanço destas novas tecnologias se conectam com a casa 11, com os grupos e as redes sociais, infelizmente nem tudo tem sido integrado da melhor forma num mundo sempre em mudança, em parte devido á quadratura entre Plutão e Marte, que sintonizou, projectou de uma forma visível também o pior da humanidade, com a forma inovadora com que grupos terrorista tem recrutado os seus colaboradores em Portugal e no mundo, por meio das redes sociais.
A forma inovadora com  Úrano ao ingressar em Touro podemos esperar, a total remodelação do sistema económico no Mundo.
Úrano rege a casa 11, também chamada a casa do futuro, relacionada com os grupos as redes.
Com Úrano em Touro podemos esperar:
O aumento das pessoas que trabalham em casa na Internet, maior liberdade e horários de trabalho diferente do que é habitual, o desenvolvimento de escritórios com forte acção na comunidade, a fim de resolver problemas sociais.
Úrano também rege a Astrologia, por isso é natural que haja um maior interesse num maior conhecimento de como funciona o Universo, uma maior procura deste saber profundo, por meio de consultas Astrológicas e a procura de Astrólogos que dêem consultas de astrologia, e o aumento da responsabilidade social desta linguagem sagrada, um profundo reconhecimento social da Astrologia, não como forma de lazer, mas como forma de auto conhecimento.
Devido aos forte movimentos revolucionários, diferentes e originais na forma de usar as redes sociais, Úrano se conecta directamente com a casa Astrológica dois, com Vénus que é o Planeta, da União, da fraternidade, de nos conectarmos ás redes sociais, por meio do activismo social, conforme referi anteriormente, activismo, por meio de encontrarmos formas alternativas de ganharmos dinheiro. Com Úrano em Touro é como se trabalhássemos dentro de uma rede global, sem rede, ou seja contarmos com a nossa criatividade, individualidade, com confiança, mas também com união.
O efeito de Úrano em Touro actua sobre todos os valores, tanto materiais como espirituais, e tanto activismo social, seja pelo activismo pacífico e consciente vai actuar também sobre todos os sistemas sociais que não estejam alinhados com a forte energia de Úrano em Touro acabando por colapsar todos os sistemas que não vejam o futuro, por isso é que a casa 11, casa natural de Úrano, também é chamada de casa do Futuro.
Com Úrano no signo de Touro podemos contar com um aspecto de 30 graus a Carneiro que tem como planeta regente Marte, oportunidade de assumirmos o pioneirismo, em tudo o que é inovador, diferente, na forma como vemos o dinheiro, como damos valor á forma como ganhamos dinheiro, sendo o mais importante a paz, o amor a união. O aspecto de semi sextil é um aspecto Benéfico, energia que flui com harmonia.
Um aspecto de sextil, aspecto de 60 graus ao signo de Peixes, que tem como planeta Regente o signo Neptuno que se encontra em Peixes, oportunidade de aliar o pioneirismo de carneiro a Marte e Neptuno, o amor Universal a manifestar-se, Úrano faz a ponte entre Marte e Neptuno, para expressarmos essa união e paz consciente e activo, que se está a manifestar um pouco por todo o mundo com o aparecimento de grupos a se manifestarem pela união, na denuncia de uma sociedade velha, desconectada com os verdadeiros valores sociais, que acabará por colapsar.
O Trigno de Úrano em Touro ao signo de caranguejo, aspecto de 120 graus, simboliza um maior bem estar das famílias em geral, não necessariamente as famílias biológicas, onde por vezes se encontram os maiores problemas karmicos para serem resolvidos, mas as famílias criadas em consciência e verdadeira união. Novas famílias se unem pela conexão dos novos valores sociais, limpeza energética dos aspectos Karmicos familiares, liberdade, revolução e realismo, são palavras que se podem associar ao trigno da permanência de Urano em Touro em trigno com o signo de caranguejo, que se projecta na visibilidade social da casa astrológica 10, e ao signo de Caranguejo, meio do Céu.
Todos temos  Aquário e Leão. nos nossos mapas  pessoais, são os grandes desafios, na liberdade, na individualidade, na criatividade, na forma como vamos participar activamente na sociedade perto de nós, no uso que damos nas nossas redes sociais. na aventura e descoberta de novos valores, que nos possam conectar com a nossa verdade pessoal e intransmissível. O desafio deste aspecto de 90 graus, quadratura de Urano ao signo de Aquário, é aprendemos com realismo a nos sintonizarmos com a rede Universal.
O Aspecto de 90 graus ao signo de Leão, quadratura é o grande desafio da individualidade, da criatividade, do ego individual, ou personalidade e os desafios que moldam, formatam os novos ideais, as novas ideias, filtradas no ponto onde temos Urano no nosso mapa Natal, onde vamos fazer a experiência de sermos únicos, diferentes, originais, criativos, para nos irmos alinhando com o novo sistema financeiro, que tem como base e fundamento principal, as redes sociais, tanto individualmente por conta própia, mas também nas empresas, cada vez mais avançadas nas tecnologias, que protegem o meio ambiente, por exemplo, cada vez mais veículos menos poluentes, ou o caso das bicicletas de Lisboa, que se conectam a uma aplicação de telemóvel, criando cada vez mais postos de trabalho, na área das novas tecnologias com a consciência da não poluição do ambiente. Cada vez mais veículos com postos de carregamento, um pouco para todo o mundo, que já está começando a acontecer, mas cada vez uma realidade a tomar forma e estrutura.
Porque Urano no signo de Touro está no signo da sua queda, simboliza a Mente de DEUS ou mente universal a descer á terra, para reformular todo o sistema financeiro, em pleno alinhamento e ao encontro com a União por conjunção de Saturno e Plutão no signo de Capricórnio.
No Mapa de Portugal
Em Portugal esses Novos valores também se conectam com o Ingresso de Urano em Touro, ainda que por vezes a confusão seja generalizada, e não se perceba muito como é que irão evoluir nas mentes, especialmente daqueles que têm Governado o país, Portugal tem um mapa karmico de perda de identidade própia, muito profundo e neste momento, se encontra no processo da procura do resgate da sua identidade: 
Dá para ter uma perspectiva, de um maior interesse tanto individualmente, como colectivamente e preocupação com as questões ecológicas do planeta, Urano tem muito a ver com as redes, onde se criam redes com uma grande parte dos novos empregos são associados á formação da agricultura biológica, uma maior consciencialização de Plantação de árvores, devido a Urano integrar a energia de Touro, signo de terra, e dos valores da terra.
Cabeça do Dragão, Nó Lunar Norte ou as energias que vem integrar, no signo de Leão, integrar a individualidade, a criatividade, como País autónomo independente. Bos perceptivas para Portugal, também no Estrangeiro, o signo associado a Sagitário tem lá a roda da Fortuna e Palas, que é um asteróide de forte protecção divina.
Portugal como país, vem de um passado onde os abusos, a indiferença, as ilusões do poder, corromperam aqueles  e foram muitos os que têm abusado de uma forma fria racional, analítica e com total falta de amor e bom senso, a maioria das pessoas no país. Cauda do Dragáo, ou as energias desse passado no signo de Aquário.

Venus em aquário no Mapa de Portugal, é uma Venus fria, racional, analítica, só por si, mas no mapa de Portugal, Venus em Aquário faz um aspecto de 90 graus, quadratura a Plutão, que simbolizam as pessoas que pensam ter algum poder, sejam pessoas do Governo ou não, alem disso Venus faz outro aspecto de quadratura, aspecto de 90 graus  a Neptuno. "A alma, o espírito Nacional. (Neptuno), e a quadratura a Plutão, condicionaram este Karma Nacional
Urano no mapa de Portugal encontra-se em movimento retrogado, o que significa que se tem repetido, vezes sem conta, a frieza, racionalidade, dos números contabilísticos das pessoas que ficaram sem casa, sem emprego, sem esperança de um futuro melhor, insistindo no equivoco de considerar as pessoas como numeros, los lares, nos hospitais, nas creches, onde cada vez mais aparecem casos de abusos de poder., igualmente na maior parte das empresas.
Urano em movimento retrogado, faz uma oposição a Plutão, o que revela a revolta de alguns movimentos populares, cada vez com maior força contra a indiferença, pedindo responsabilidades a quem tem o poder, sejam os deputados no parlamento, partidos da oposição, criando e formatando uma sociedade civil, responsável.
São as redes, as redes associadas e, criadas de uma forma,que desvalorizou a Música, a poesia, as valorizações pessoais nas artes em geral.  Tanto Neptuno como Vénus, se relacionam com a arte, a estética a beleza das artes, onde sempre foi uma luta constante
A Lua em Leão em quadratura com Urano retrogado revela a revolta das pessoas, num estado social completamente caótico,  na procura de novos valores. Urano em Touro irá fazer primeiro uma quadratura a Marte que se encontra também em movimento retrogado em oposição a Jupiter, e mais á frente quando Saturno se unir a Plutão, 2019 e 2020 serão de grande importância, para estes movimento populares terem maior liberdade e voz activa para validarem os novos valores sociais.
E o tempo de Jupiter em Escorpião em movimento retrogado em trãnsito até ao verão, Jupiter vai continuar em Escorpião até Novembro de 2018 vai dar  efeito da necessidade de remodelar o sistema da Justiça social. Jupiter em trãnsito já fez um conjunção a Neptuno retrogado no Mapa de Portugal. È como escrevi num artigo, o "Rolar de Cabeças, a descoberta de grupos ou sistemas financeiros corruptos, já não é possivel esconder nada que for associado a sistemas corruptos, que foram escondidos com total frieza e sociopatia social. ( venus em aquário em quadratura com Plutão e Neptuno).
Jupiter em sagitário a partir de Novembro de 2018 até  Novembro de 2019, complementa com toda a força essa mesma Justiça social, Jupiter em sagitário encontra-se na máxima força, porque é Regente de sagitário.
2019, 2020, Jupiter ingressa no signo de Capricórnio, encontra Satruno e Plutão e é digamos o teste final para a remodelação total do sistema,muita limpeza Karmica é dissolvida, finalmente.
Neptuno em trãnsito encontra-se na orbita do sol a 15 graus, apenas a dois graus do grau 17, do sol de Portugal, para fazer validar a libertação da alma nacional, Em Astrologia chama-se aspecto de aplicação, ou seja vai ao encontro da conjunção exacta, no mesmo grau. Grau 17 
 Com Neptuno na rota do Sol de Portugal e Urano em Touro, é como se a Mente de DEUS, a mente Universal, descesse á terra para fazer Justiça. Urano em Touro está no signo da sua queda, Urano "desce", á terra de 84 em 84 anos, para fiscalizar, supervisionar os valores da terra, como um bem a perseverar, a terra de todos Nós, já se nota um pouco dessa energia, ainda que de uma forma mínima, para a necessidade do planeta, para cada vez haver mais Veículos menos poluentes, para dar um pequeno exemplo.

Com o Sol a 17 grau de peixes a receber a energia de Neptuno, está sendo feito uma psicoterapia no colectivo , Portugal como País está iniciando um novo ciclo.
Urano é o Planeta Regente da Astrologia, é de prever um maior interesse de muitas pessoas em conhecerem melhor a Astrologia, os seus processos individuais, eixo evolutivo, ciclos de vida, com a responsabilidade de se conhecerem melhor, uma forma muito avançada de psicoterapia.
O signo de Peixes está associado ás terapias, e uma das formas de psicoterapia e autoconsciência é na realidade a Astrologia, esta linguagem sagrada universal.
Parabens a todos Nós que nascemos em Portugal,  com esta pequena interpretação do Mapa de Portugal, com a grande quadratura somo todos Heróis Nacionais.
 As energias dos Planetas são forças vivas dentro de Nós, e onde temosUrano, a casa Astrológica dois, casa associada aos valores, tanto materiais como espirituais e venus, é onde vamos procurar viver, fazer experiência de procurarmos a liberdade, a felicidade conectando-nos com os novos valores.
Rui santos






                                                                                                                                    

domingo, 29 de abril de 2018

Lua Cheia de 29 de Abril. No eixo Escorpião- Touro




No dia 29 de Abril ocorre mais uma lua Cheia, no mapa que tirei com o Horário Universal, o Sol em Touro faz oposição á Lua no signo de Escorpião, a Lua no final da lunação na sua orbita faz uma quadratura em T, aspetos de grande intensidade.
Plutão conjunto a Marte em Capricórnio em quadratura com Úrano Em carneiro e á lua em Escorpião e na sua Orbita no final da Lua cheia a Balança também. A Lua em Oposição a Úrano em carneiro.
È uma quadratura, tensa que anuncia mudanças, integração nessa mudança. Nos signos de fogo, terra e ar.                                                                                                                                                                                                                                                                 O Fogo transformador associado á energia de Carneiro, pioneirismo, o desejo de fazer coisas e de mudança.
A terra de Capricórnio com o Planeta Social Saturno, a que se acrescenta Marte conjunto a Carneiro, essas mudanças na forma e estruturas socias ocorrem, pela revisão de leis, de ir fundo nas questões da Justiça Social. Júpiter está em Escorpião escava fundo a fim de serem encontradas soluções, nem sempre bem aceites pelas pessoas, são as pessoas de poder, especialmente o Governo. (Plutão, conjunto a Marte).
Especialmente as pessoas nascidas sob os signos de Touro- Escorpião, Carneiro- Balança, ou com Ascendente ou a Lua nestes signos sentem de uma forma mais intensa esta quadratura em T Square, ou seja falando de uma maneira mais simples, é um aspecto de grande tensão. (Grande Quadratura), desejo de mudança, ir fundo em todas as áreas de vida que precisam ser resolvidas.
O disco Solar nesta Lunação une-se a Úrano por conjunção, na fase final da orbita desta Lunação e ilumina a Lua em Escorpião e Balança, que se reflecte numa oposição a Úrano.
A lua cheia simboliza em astrologia as massas, a consciência das pessoas, o povo ,o colectivo, e nesta oposição com O Planeta Úrano a mente Universal, a mente de Deus, recebe energia do Sol e envia essa energia ao colectivo, essa energia de oposição revela os debates, as discussões, a procura de soluções para o planeta Terra.
 Úrano simboliza as redes, todas as redes, o ponto onde temos Úrano no nosso mapa pessoal e os aspetos que Úrano faz com outros Planetas é o ponto onde vamos aprender a trabalhar sem rede, sem a rede viciada das antigas energias, para nos conectarmos com a rede Universal em alinhamento com a nossa missão de vida.
Nos grupos que vão aparecendo, em todas as áreas sociais, pela ecologia da terra, combatendo a poluição, estabelecendo pontes e empatias nos grupos, associados á casa 11, onde o signo de Aquário, que simboliza o ar, a comunicação fraterna, a união, mediante a procura de novos paradigmas para a terra, em igualdade, em fraternidade.
Plutão, Marte sendo planetas regente e co- regente da casa 8, casa de Escorpião, esta lunação tem um especial significado, porque ocorre na última fase com a Lua que simboliza o inconsciente colectivo a opor-se a Úrano nos últimos graus, grandes tensões sociais nesta energia transformadora.
Afinal somos todos diferentes, somos todos iguais e onde se encontra Úrano no nosso mapa é onde temos a missão de sermos originais e criativos, é onde temos que percorrer o caminho menos percorrido, sem culpa, sem medo, sem preconceito, apenas colaborarmos, fazendo a nossa parte num mundo melhor.
A Astrologia ensina a “pescar”, dá a cana para aprendermos a deixar ir na corrente os Peixes contaminados pela poluição da Velha energia, e nos sintonizarmos com os peixes sintonizados com a energia do Novo paradigma social que está em formação no novo Mundo, de pessoas responsáveis, criativas, com maturidade social, devido á proximidade da união de Saturno com Plutão, evento astrológico cada vez mais próximo. Urano a mente de DEUS, onde nos ligamos a esta energia Universal sem ilusões e desilusões, vivendo o tempo do aqui e agora", mas sabendo o futuro, compreendendo a evolução do mundo, conhecendo a  nossa verdade individual, e a verdade pessoal liberta. Urano é também o Planeta da liberdade, por grandes professores espirituais em dito. "Conhece a verdade e a verdade te libertará".
O Planeta Úrano é tradicionalmente o Planeta Regente da Astrologia, com a entrada de Úrano em Touro, existe um interesse num maior numero de pessoas em entender melhor os seus processos individuais com maior profundidade.
Rui santos


domingo, 22 de abril de 2018

Jupier em movimento retrogado no signo de Escorpião



Para a Astrologia, um planeta em movimento retrógrado pode trazer questões mal resolvidas do passado para uma revisão podendo indicar, questões cármicas de vidas passadas que precisam ser revistas e resolvidas.  Pode ser um relacionamento, uma decisão, um sonho ou protejo que precisa de reajustes. Qualquer situação que não ficou bem resolvida ou definida e que precisa passar por uma revisão pode voltar durante a retrogradarão dos planetas.


O Planeta Júpiter entrou no dia 9 de Março em movimento directo e só vai iniciar o movimento directo no dia 11 de Julho.
Este movimento nos astros do Planeta Júpiter em que aparentemente ele está parado e anda para trás, ou seja ele vai percorrer algumas vezes determinados graus do zodíaco que por consequentemente vai activar determinadas áreas do nosso horóscopo, vamos ver como ele vai actuar, activar as energias não só nos signos astrológicos, mas também para quem tem Júpiter nos signos, esta ultima perspectiva é para quem tem conhecimento do signo em que tem Jupiter no seu Mapa.
Nos Signos Astrológicos: Este movimento retrogrado torna-se mais intenso, conforme Júpiter em Trânsito faz um aspecto de oposição. (180 graus), Quadratura. (90 graus), ou aspectos mais benéficos como trignos, (120 graus). Semi sextil. (30 graus). Ou sextil (60 graus).
Aspecto válido para a Grande trilogia de um mapa Natal, fundamentais para a análise de um mapa natal. O Sol, a Lua e o Ascendente, conforme Jupiter de posiciona num mapa Natal, assim ele vai  activando essas áreas da nossa vida que precisamos resolver.
O Sol- consciência – a Lua o inconsciente – o Ascendente o modo como nos identificamos no mundo, a Porta de acesso á formação da personalidade  de acordo com a nossa consciência como dizia Martin Shuman no se Livro. O Ascendente sua porta Kármica.
90 graus aos signo de Leão e Aquário
130 Graus para os signos de Peixes e caranguejo
180 graus ao signo de Touro
Esta oposição ao signo de Touro, é como uma corda tensa, que revela a luta, revisão constante de encontrar novos valores, relacionados com a casa dois, onde Touro tem o seu signo natural, a casa dois é a casa onde vamos procurar os nossos valores, morais, éticos de acordo com a nossa consciência de ganharmos dinheiro, e Escorpião revela a morte , o fim da personalidade antiga, o fim de valores antigos sobre a forma como ganhamos dinheiro, por isso vem o trânsito de Úrano em carneiro, Úrano se sintoniza com as redes, as redes sociais , que um dos principais aspetos, surge da forma como os valores mudam. Já não é permissível o vale tudo, para ganhar dinheiro, também um aumento grande de pessoas que trabalham na Net e ganham dinheiro sem sair de casa, por exemplo. A casa dois representa os valores, que são sempre tanto materiais como espirituais, e não só materiais.
Para quem sente estas energias, o movimento de Retro gradação de Júpiter, tem um efeito de revisão de aspetos, experiências de vida, energias que de algum modo estão bloqueadas aparentemente, a fim de resolver os assuntos e áreas de vida  relacionadas com as 12 casas astrológicas. Por isso por ordem da sequência das 12 casas que tem inicio em Carneiro ou na casa 1, e termina em Peixes ou na casa 12, de uma maneira geral , que é sempre relacionada com os aspetos de quadraturas, oposições, aspetos tensos Trignos, sextis ou semi sextis, aspetos harmoniosos, os aspetos tensos, são apenas uma forma do Universo dar forma e estrutura ás qualidades de Júpiter, que simbolicamente é considerado o “Deus do Olimpo, ir trabalhando no seu ciclo de 12 anos a consciência humana, chamando a atenção para a expansão da Fé.
Júpiter na sua verdadeira essência, nos fala de uma linguagem Universal, é um Planeta que na Astrologia representa a casa 9, dos países estrangeiros, da fé, da confiança, da religião, que significa a conexão com o divino.
O modo como vamos manifestar nossa fé, está directamente relacionado com o signo ou a casa astrológica onde temos Júpiter no Mapa Natal.
Até ao dia 11 de Julho , vamos sentir essa energia, revisão de leis, apelos de Justiça social, alguma instabilidade, em determinadas regras ou leis sociais e muitas se resolvem com alguns benefícios sociais.
Júpiter em Escorpião escava fundo, não só nos aspetos do colectivo, como também nos aspetos individuais.
A frase ,“Faça-se conforme a Vossa Fé”, é uma qualidade do efeito de Júpiter nos diferentes signos Astrológicos ou casas astrológicas e o efeito que faz com outros Planetas.
Uma pessoa que tenha por exemplo carneiro na casa 1 ou no signo de carneiro, tem uma fé diferente de uma pessoa que tenha Jupiter em Touro ou na casa dois.
Aqui vão os diferentes estados de consciência de Júpiter nas dozes casas astrológicas ou nos doze signos do Zodíaco.


Energia é a palavra-chave de Júpiter em Carneiro . Nesta casa, o planeta indica coragem, desejo de crescimento, independência e a busca por liberdade. Ele também pode simbolizar forte confiança e auto-estima, além de uma capacidade ímpar para o empreendedorismo. Ou seja, a pessoa é capaz de levar adiante tudo aquilo que se empenha em fazer. Os impulsos filosóficos e religiosos também tendem a ser fortes e a pessoa encontra evolução com a mudança e o movimento. Imprudência e exagero são traços que Júpiter também pode ocasionar.
Em Touro, Júpiter tende a acentuar a sensibilidade para sabores e sensações, garantindo que a pessoa busque sempre se cercar do melhor possível. O planeta também aumenta a percepção para os negócios, fazendo com que o ganho de dinheiro e outros bens materiais seja fácil, embora não deixe de simbolizar dedicação e esforço. O principal aspecto é o desejo pelo conforto e uma visão bastante prática da vida, mas que pode transformar-se em uma teimosia extrema.
 
Júpiter em Gémeos ou  na Terceira Casa indica uma mentalidade optimista, filosófica e espiritualmente dirigida. Há interesse pela expansão mental nas áreas de educação, filosofia, ensino, publicações, religião, comunicação e viagens.
Geralmente, o pensamento é compatível com as crenças e os tipos dominantes de comunicação da cultura
Em Câncer, Júpiter acentua o desejo de cuidar e fazer o bem, além de compaixão. O planeta simboliza uma forte inspiração filosófica, que é sempre generosa: a pessoa divide tudo o que aprende com outros e tal aprendizado nunca é apenas intelectual, ela realmente o incorpora em sua vida. As relações pessoais são o forte de quem leva Júpiter em Câncer e essa característica pode também acentuar as relações profissionais e a capacidade de ser bem-sucedido financeiramente.
Vitalidade é a força que guia Júpiter em Leão. A motivação, coragem e capacidade de liderança são todas acentuadas pelo planeta, assim como o orgulho e a capacidade de comunicação. Quem leva o planeta nesta casa tende a ter uma boa carreira profissional, é capaz de impressionar aos outros e ser bastante carismático. Mas essas características também podem tender ao exagero, na forma de arrogância, ostentação e egoísmo.
Virgem é um dos poucos signos capazes de conter a expansividade de Júpiter. Nesta casa, o planeta age de forma mais sutil e simboliza a cautela e atenção aos detalhes. Ocorre também um impulso na busca por educação e conhecimento. Pessoas que levam o planeta nesta casa tendem a ser excelentes profissionais: dedicação e atenção são as suas características mais marcantes. Júpiter pode também ocasionar irritabilidade e a necessidade exagerada de criticar.
Júpiter em Libra indica uma habilidade acentuada em lidar com outras pessoas e, por meio desse contacto, alcançar uma maior capacidade de compreender o mundo. Quem leva o planeta nesta casa é generoso, idealista e se dá incrivelmente bem nas relações sociais. Todo aprendizado é maior quando compartilhado com outras pessoas. Parcerias profissionais são sempre bem-sucedidas (a não ser que o planeta possua algum bloqueio), pois a ética e a capacidade de diplomacia são acentuadas.
Em Escorpião, Júpiter caracteriza uma busca intensa por conhecimento, em particular sobre temas filosóficos ou religiosos, pois a habilidade de se dedicar para grandes questões é acentuada. A pessoa também costuma ter inteligência, criatividade e julgamento crítico ímpares e é capaz de ser bem-sucedida em todas as áreas profissionais que exigem muito estudo e atenção aos detalhes. A busca por controle também é frequente e às vezes pode ser exagerada.
A busca pela liberdade e pelo conhecimento vinculado a viagens e lugares distantes são as principais características de Júpiter em Sagitário. Quem leva o planeta nesta casa tende a ser aventureiro, despreocupado e optimista. Sabe aproveitar o melhor da vida, mas sem perder o controle sobre aspectos práticos, como finanças e outras responsabilidades. A pessoa também costuma se interessar por pessoas, filosofias e lugares completamente diferentes dos que conhece e assim é capaz de expandir sua visão de mundo.
Júpiter em Capricórnio representa uma dedicação acentuada para a vida profissional. A pessoa é capaz de observar com clareza os aspectos práticos daquilo a qual se dedica e consegue agir com cautela e precisão para satisfazer suas ambições. Capricórnio também é capaz de conter a natureza expansiva de Júpiter, mas o planeta ainda impulsiona a dedicação e a habilidade profissional. É possível haver falta de leveza e generosidade.
Júpiter age, em Aquário, como inspiração para grandes mudanças. Idealistas e justos, aqueles que possuem o planeta nesta casa gostam de se dedicar em reformas e projetos que beneficiem o maior número de pessoas possível, sem julgamentos ou preconceitos. Trabalhos humanitários são ideais. O planeta também inspira a se abrir a mente para filosofias e culturas diversas e assim adquirir maior conhecimento e melhorar a relação com outras pessoas.
Em Peixes, Júpiter impulsiona a generosidade, a empatia e a compreensão. A pessoa é capaz de auxiliar qualquer outro que esteja em necessidade, sendo, antes de tudo, um bom ouvinte. Júpiter ressalta também a fé e o lado místico. A força do planeta direcciona-se a uma expansão principalmente espiritual, e as mais diferentes religiões, filosofias e espiritualidades são possíveis para quem tem Júpiter nesta casa. 

Jupiter em Escorpião nos dá o sinal da nossa expansão individual, por meio da transformação de Valores. Jupiter só vai sair do signo de Escorpião em Novembro de 2018 
Período ideal para muita energia profunda de mudanças , tanto sociais como individuais

terça-feira, 20 de março de 2018

Ana Novo Astrológico, Equinócio de Primavera



 O ano novo Astrológico 2018, tem inicio no Equinócio de Primavera. 
Como todos os anos a Natureza, se renova, o  inicio da Primavera ocorre dia 20 de Março ás 16,00, é a hora sincronizada com o Novo ano Astrológico que tem Inicio no dia seguinte no grau zero de Carneiro no dia 21 de Março ás 11.53 horário Universal.

Em cada ano Astrológico, a importância dos graus dos Planetas essenciais, para o desenvolvimento humano, respectivamente.  Jupiter, Saturno, os Planetas Sociais, e os Planetas transpessoais Urano, Neptuno e Plutão, nos dão a informação de como vamos viver, tanto individualmente, como colectivamente o próximo ano, 2018/2019, que termina no dia 21 de Março de 2019.

Jupiter em Escorpião do grau 23 de Escorpião ao grau 23 de sagitário, se considerarmos o numero 5 na numerologia de Pitágoras em termos gerais, o numero 5 indica:

 Responsabilidade e Versatilidade 

O Numero 5
O que é livre. Palavra chave: Liberdade, evolução, curiosidade, aventura. É o número dos sensações e dos sentidos. Representa a liberdade e o espírito de aventura. Este é o número das probabilidades de mudança, da versatilidade e das viagens. O cinco representa a versatilidade através da busca de liberdade para se lançar em direcção a novas oportunidades. Introduz a ideia de movimento, de velocidade e de tempo que acaba com a estabilidade, a determinação e a ordem limitada do 4. Simboliza a revolução sem a qual a transformação e a evolução não seriam possíveis. É o número da transformação. O 5 é o transgressor.

Este número caracteriza pessoas versáteis, activas, aventureiras, exploradoras, de pensamento rápido e inteligentes. Provocam mudanças por onde passam e também aceitam com a mesma facilidade que as promovem. Um aventureiro nato, a pessoa de personalidade 5 adora liberdade e os espaços abertos, para que possa gastar toda a energia que tem. Muito agitado em todos os campos da vida, geralmente são irrequietos, super-ativos e curiosos. Impulsivos, rápidos e inquietos. Não que não goste de carinho e aconchego, mas apenas porque não vive sem movimento. Imaginação fértil, curiosidade insaciável. Versátil, fazem várias coisas ao mesmo tempo. Haja fôlego para acompanhá-los. Gostam de dar conselhos e não negam ajuda a quem seja necessário. Além disso são pacíficos, harmoniosos e confiáveis. São animadores de festas, otimistas e adoram viagens. Acumulam experiências e possuem conhecimentos sobre uma boa gama de assuntos, mas não se especializam em nada. Em compensação são orgulhosos, inquietos, descontentes, insatisfeitos e precipitados.

Com um magnetismo pessoal, atraem pessoas do sexo oposto.Também possuem forte atracão sexual o que condiz com sua sexualidade agressiva e cheia de energia.

Estimule seu lado curioso, seu espírito aventureiro. E não o force a cumprir tarefas muito rotineiras. 

Características positivas: entusiasmo espírito empreendedor e aventureiro, versatilidade, liberdade, sensualidade, aberto às mudanças, curiosidade, flexibilidade, inteligência.

Características negativas: irresponsabilidade, inquietação, infidelidade, falta de objectivos, ímpeto que não leva a nada, ansiedade, indisciplina, instabilidade, impulsividade.

Missão a cumprir: não fazer uso inadequado de sua liberdade pessoal; aceitar mudanças.

Aceitar mudanças, por isso mesmo é que Jupiter em Escorpião vai fundo, testando o poder pessoal ao limite, as mudanças estarão de acordo com o alinhamento Planetário na união, na paz, o objectivo é ajudar a humanidade, as características negativas levam a grande confusão emocional.

 Sobre Saturno em Capricórnio. do grau 8 de Capricórnio ao grau 14 de Capricónio. Liderança, sabedoria na liderança, é o que indica basicamente o grau 8 de Capricórnio, que rege e se sintoniza com as acções sociais, a responsabilidade de Saturno

Número 8 Sabedoria e Liderança
Símbolo: roda da fortuna.
Planeta: Saturno
Cor: marrom, preto e cinza.
Elemento: terra.
Metal: chumbo.
Pedra: ônix e turmalina negra.
Perfume/aroma: mirra.
Profissões: executivo, presidente ou gerente de uma grande companhia, advogado, perito, industrial, bancário, editor, publicitário, crítico literário ou teatral.


Este número representa a vitória e a prosperidade. Representa também o poder e a boa administração do dinheiro. Palavra chave: Poder, responsabilidade, riqueza material, reconhecimento. Depois de encontrar respostas, é hora de colocar em movimento. Busca o poder, o prestígio, o lado material da vida. Movido por uma ambição legítima, torna-se um guerreiro, lutador, um perseverante, baseado no senso ético, na justiça, busca a vitória pessoal através do enriquecimento. É o início de uma nova vida, a regeneração, o renascimento, a renovação.


Este número caracteriza pessoas habilidosas, trabalhadoras, decididas, óptimas gestoras, fazem qualquer sacrifício pelo que acreditam, desejam alcançar reconhecimento, auto-suficientes, firmes, exigentes e ambiciosas. Contudo, também são frias, têm grande dificuldade em demonstrar os sentimentos, materialistas, impacientes e excessivamente ambiciosas. É um número prático e pertencem as pessoas sucedidas e organizadoras que se dão bem em negócios. São pessoas que trabalham duro em ambos os aspectos: material e espiritual. Com uma auto-confiança que beira a arrogância a pessoa de personalidade 8 não costuma decepcionar os amigos.


Muito disciplinada, sua aparência transmite sucesso e prestígio, que vêm graças ao grande espírito de competição e capacidade de liderança. Inteligente, dominadora, logo estará comandando a vida da casa. Esperta, hábil, vai descobrir o jeito de impor suas idéias. E não admite ser contrariada. Simplesmente não escuta um não. Desde pequena, mostra que tem iniciativa e objectividade. Mas, antes de contar com a sorte, deve se empenhar para conseguir o que deseja. Impetuosa, tem dificuldade em cumprir uma meta de cada vez. É paciente, intuitiva e misteriosa. Gosta de ler, tem poucos amigos, mas muito bem escolhidos. É um pouco melancólica.


Capacidade de comando e liderança. No trabalho critica quando acha necessário e elogia na mesma moeda .O talento para empreendedor vai se firmar,quando pode alcançar sucesso financeiro. Se optar pela área cultural, será em um cargo administrativo.


Adora desafios e por isso é fascinado por relações complicadas. É sexualmente agressiva e segura de si.


Dica:Elogie sua capacidade de tomar decisões. E não seja autoritária, mas sempre diplomata. 


Características positivas: poder, eficiência, prestígio, liderança, organização, sucesso, riqueza, perspicácia, saber, compreensão, autoridade, justiça, perseverança, auto-confiança e verdade


Características negativas: ambição excessiva, sede pelo poder, materialismo desenfreado, intolerância, arrogância, autoritarismo, teimosia, impaciência e desonestidade.


Missão a cumprir:Usar correctamente o dinheiro e o poder, pautado no senso de justiça. Não negligenciar o dinheiro e as coisas materiais.

Satruno termina o ano Astrológico no grau 14, na numerologia de Pitágoras temos o grau 5, Os Planetas sociais , neste ano novo astrológico , se alinham com os numeros 5 e 8, que penaliza, basicamente o materialismo desenfreado, a intolerância.


No grau de Carneiro, do dia 21 de Março, mais uma vez encontramos o Numero 8, Urano o Planeta do despertar da  verdade e da libertação das memórias Karmicas, Urano se associa ao numero 8, mas também á casa Astrológica 8, casa natural do signo de Escorpião, da grande transformação, directamente condicionada á consciencia individual.

Neptuno em Peixes , do grau 14 ao grau 16, mais uma vez encontramos o grau 5, na numerologia Pitagórica, versatilidade, mudança, libertação do espírito, da alma humana, inicio da libertação humana, da escravidão humana, como tudo na vida, na grande instabilidade  social que vivemos, existe uma força maior, para que se realize o fim da escravidão humana.


Peixes finaliza o seu percurso do ano astrológico. 2018/2019 no grau 14, ou seja na numerologia Pitagórica. Peixes finaliza o ano no grau 7.  Que indica:  reflectir, buscando o saber dentro de si.  Neptuno, o Planeta da grande integração espiritual, se regenera no interior de cada individuo, procurando o poder individual, o nosso próprio poder com sabedoria, conhecendo a verdade, que nos liberta das nossas prisões emocionais, é a máxima  Do periodo deste novo ano Astrológico, encontrando o equilíbrio entre o espírito e a matéria, a União das águas de PEIXES,  e o grande mar de Neptuno. O numero sete se corresponde exactamente com Neptuno.


Número 7 Conquista.
Símbolo: estrela.
Planeta: Netuno
Cor: púrpura e violeta.
Elemento: água.
Metal: prata.
Pedras: ametista e rutilo violeta.
Perfume/aroma: uva.
Profissões: cientista, professor, escritor, horticultor, inventor, advogado, ator, psicanalista, líder religioso ou atividades ligadas ao ocultismo.


O número sete é visto como um número de grande espiritualidade. Representa os sete dias da semana e as sete cores do arco-íris. O 7 é o número da perfeição, integra os dois mundos e é considerado símbolo da totalidade do Universo em transformação. Este número está associado a espiritualidade, a pesquisa, a introspecção, ao ocultismo. O que pensa. Palavra chave: análise, investigação, lógica e misticismo, reflexão. O sete relaciona-se com a sabedoria, reflexão, busca de outras respostas além daquelas oferecidas, meditação, descanso, paz interior.


Este número caracteriza pessoas espirituais, intelectuais, idealistas, estudiosas, contínua busca pelo conhecimento científico, inteligentes e criativas. Contudo, também são muito reservadas, sarcásticas, inflexíveis, caladas e irritadiças. São sábios, pensam profundamente nas coisas e se interessam muito por assuntos místicos. Aparentemente fria e calculista a pessoa de personalidade 7 é na verdade super exigente com ela mesma e com o próximo. Procura sempre executar suas tarefas de forma impecável. Tem natureza intelectual, facilidade para aprender, gosto pelo estudo. Pensadora, observadora, sempre atenta a tudo o que acontece.


Tem uma vida interior muito rica, preza o silêncio e a quietude. Trabalha mais para o bem dos outros que para o próprio. É uma pessoa grandiosa, que é atraída por grandes negócios. Mas é um pouco avarenta e extravagante. Pode ficar um bom tempo sozinha,concentrada. Gosta de um ambiente arrumado, fugindo do barulho e da agitação. Ama a natureza e os animais. Normalmente obediente e educada, tem incrível sensibilidade para distinguir o certo do errado, e se ressente demais com as injustiças. É uma perfeccionista, defensora do respeito e da privacidade


Geralmente solitária, ela se isola e precisa de muito tempo para realmente se entregar a qualquer tipo de relacionamento pois prefere este isolamento.


Dica:Não estimule, mas respeite sua necessidade de ficar só. E não tente desvendar seus segredos. 


Características positivas: sabedoria, tranquilidade, introspecção, intuição, poder de análise, meticulosidade, lógica, profundidade, perfeccionismo, autocontrole e investigação .


Características negativas: desligamento, melancolia, solidão, perda do sentido da vida, falta de objectivos, auto-crítica, excesso de exigência, reclusão


Missão a cumprir: reflectir, buscando o saber dentro de si.


Plutão, apenas avança um Grau no signo de Capricórnio. Do grau 21 AO GRAU 22 DE Capricórnio, como o movimento é lento, Saturno em Capricónio se vai aproximando da conjunção Aplicativa a Plutão para a Humanidade se alinhar com as grandes leis Universais , para a preparação de uma nova ordem social : Saturno na sua melhor qualidade energética , tempo da responsabilidade e maturidade,  Plutão nas grandes transformações estruturais.

Os numeros 5, 7 e 8, estão em forte actividade, até ao dia 21 de Março de 2019

Que também se associam naturalmente á casa Astrológica de Leão, que simboliza o individualismo, a criatividade, o sentido de responsabilidade que Jupiter na passagem de Escorpião- Sagitário nos dá aquele sinal .

Com o ir fundo em tudo o que fazemos, pensando, criando a realidade no dia a dia, nas mudanças que temos que fazer, sem medo, sem pre- conceito, com aceitação de viver no presente para construirmos um futuro melhor. Sentido de individualidade: A casa 7 e o numero sete na numerologia astrológica se fundem mais uma vez no Universo de Neptuno, Navegar nas águas de Neptuno, sem perdermos o sentido de individualidade, o Numero 7, na Astrologia de Pitágoras, está associado a Neptuno.

O Numero 8, associado á casa 8 e ao signo de Escorpião, revela a máxima do numero 8. Sabedoria e Liderança, mediante sabermos usar o nosso poder pessoal, estarmos sempre em mudança.

O numero 8, representa a vitória e a prosperidade. Representa também o poder e a boa administração do dinheiro, o Planeta associado é Saturno.

A foto do céu no momento exacto do nascimento deste Ano Novo Astrológico, também nos indica como poderemos integrar estas novas energias, estas renovações.

O Sol em Conjunto com Kiron em trigno com Jupiter, Som em carneiro e Quiron em Peixes, indica que temos que fazer a ponte entre as nossas feridas mais profundas, o que ainda não conseguimos aceitar como mudança em nossa vida.

Os bloqueios, de que ainda podemos não ter consciência, O Sol em carneiro conjunto a Kiron em aspecto tenso de quadratura a Marte.

Mercúrio conjunto a Vénus e quadratura a Marte em Capricónio.
A conjunção de Mercúrio a Vénus no signo de Carneiro indica uma forte tensão emocional, entre os relacionamentos, sejam eles de que natureza forem, e as acções sociais, provocando grande reactividade, na sociedade, aspecto de grandes conflitos, essenciais para tanto individualmente como colectivamente integrarmos essas mudanças interiores, de acordo e em alinhamento com o nosso processo individual, que podem ir desde a revolução pela revolta até ao activismos social consciente e responsável, Urano entrará no signo de Touro para revolucionar os assuntos dos valores humanos, verdadeiros valores sociais, e não imposto por quem não aprendeu ou não sabe usar o seu poder pessoal, para bem da comunidade.

È esse o desejo de cada vez mais pessoas, A Lua no mapa do doa 21 de Março de 2018, no signo de Touro e em oposição a Jupiter em escorpião indica essa mesma revolução das massas, das pessoas . Jupiter em Escorpião faz oposição á Lua em Touro, Ponto máximo da  oposição da Lua em Oposição a Jupiter.

Que este NOVO ANO Astrológica nos traga a harmonia social de acordo com a consciência individual, seja pelo activismo Social consciente , seja pela revolta ou revolução, para vivermos a Nova Ordem Social, com paz, harmonia e União.

Rui Santos














quarta-feira, 14 de março de 2018

Mitologia Grega, a Origem da Mitologia, as principais diferenças entre Mitologia e Filosofia, os Primeiros Filósofos da Antiguidade, O Zodíaco, a Origem e os Mitos.




1- Mitologia Grega – Romana
A origem da Mitologia
Durante o século IV e III a.C., os romanos encontram os gregos que estavam instalados na região sul do que hoje é a Itália desde o século VIII a.C. Além de alguns conflitos e trocas de mercadorias, esses dois povos trocaram, ou melhor, começaram a trocar algo igualmente importante: ideias.
Entre os séculos II e I a.C. os romanos conquistam a Península Balcânica, local em que a civilização grega  se desenvolveu. Lá os romanos fizeram muitos escravos, entre eles diversos sábios gregos.
Ao chegarem em Roma, esses sábios escravizados realizaram diversas funções como, por exemplo, educar os filhos das famílias aristocráticas do Império. Ao educar essas crianças, os sábios passavam muitos do seus valores para elas. Ou seja, transmitiram valores da cultura grega às crianças romanas, fazendo com que estas assimilassem esse valores e misturassem aos seus próprios, como no caso dos deuses e da religião.
As crianças se tornam adultas, mas não perdem os valores passados pelos sábios gregos. Esse  adultos acabam dando continuidade a esses valores. Existem vários exemplos dessa mescla de valores, mas o mais conhecido é a associação dos deuses gregos aos deuses romanos. Zeus, o principal Deus grego foi associado a Júpiter; Ares, Deus da guerra dos gregos foi associado a Marte, o Deus romano da guerra. Portanto, através dessa associação, várias características dos deuses gregos foram incorporadas aos deuses romanos.
Deus Grego
Deus Romano
Função ou Característica
Zeus
Júpiter
Pai dos deuses e dos homens, principal deus do Olimpo.
Cronos
Saturno
Deus do tempo, pai de Zeus. Pertencia à raça dos titãs.
Hera
Juno
Rainha dos deuses, esposa de Zeus.
Hefesto
Vulcano
Artista do Olimpo, fazia os raios que Zeus lançava sobre os mortais. Filho de Zeus e Hera.
Poseidon
Neptuno
Senhor do oceano, irmão de Zeus.
Hades/Dis
Plutão
Senhor do reino dos mortos, irmão de Zeus.
Ares
Marte
Deus da guerra, filho de Zeus e Hera.
Apolo
Febo
Deus do sol, da arte de atirar com o arco, da música e da profecia. Filho de Zeus e Latona.
Artemis
Diana
Deusa da caça e da lua, irmã de Apolo.
Afrodite
Vênus
Deus da beleza e do amor, nasceu das espumas do mar.
Eros
Cupido
Deus do amor, filho de Vênus.
Palas Atenas
Minerva
Deusa da sabedoria, nasceu da cabeça de Zeus.
Hermes
Mercúrio
Deus da destreza e da habilidade, cultuado pelos comerciantes. Filho e mensageiro de Zeus.
Deméter
Ceres
Deusa da agricultura, filha de Cronos e Ops.
2- As principais diferenças entre Mitologia e Filosofia
A filosofia estuda os problemas relacionados ao conhecimento, existência e verdade. Somente após certas mudanças na sociedade como o invento da moeda e da democracia que o mítico passou a ser questionado e a maneira de pensar mudou os critérios, começando a dar ênfase para os argumentos mais racionais. A filosofia tem a conotação de conhecimento seguro, de verdade.


As principais diferenças são: a mitologia narra coisas passadas, não se importa com contradições e o incompreensível, e narra à origem através das rivalidades e alianças das divindades; enquanto a filosofia busca passar a ideia de como e por que do passado, presente e futuro, como as coisas são no todo, explica a origem das coisas por elementos e causas naturais, e não aceita explicações incompreensíveis, exige coerência e lógica. 

Foi por meio desses princípios que nasceram os primeiros filósofos:
 3-  As respostas dos Filósofos à questão do fundamento das coisas, da unidade que pode explicar a multiplicidade são:
Tales de Mileto (640-548 a.C.): astrônomo, matemático e primeiro filósofo, a arkhé é a água, afirmava que o mundo teria evoluído da água por processos naturais.   Tales observou que os campos ficavam fecundos após serem inundados pelo Nilo. Tales, então, viu que o calor necessita de água, que o morto resseca, que a natureza é húmida, que os germens são húmidos, que os alimentos contêm seiva, e concluiu que o princípio de tudo era a água. É preciso observar que Tales não considerava a  água como nosso pensamento de água líquida, e sim, na água em todos os seus estados físicos. Tudo, então, seria a alteração dos diferentes graus desta. Aristóteles atribuiu a Tales a ideia de uma causa material como origem de todo o universo: “... a água é o princípio de todas as coisas...”. “Hoje em dia se sabe pela ciência que metade do corpo humano é constituído por água”.
Pitágoras (séc. VI a.C.): filósofo e matemático, dizia que o número é a essência de tudo, todo o cosmo é harmonia, porque é ordenado pelos números. Esse é entendido tanto no sentido quantitativo, isto é, matemático, como no sentido qualitativo, ou seja, metafísico. Nos números são distintos os pares (ilimitado) e o ímpar (limitado). Eles são entre si opostos e esta oposição se encontra em toda a natureza, explicando assim os seus contrastes. Os números, desta forma, são a razão do dever e da harmonia. Por este motivo, nas coisas há um princípio de ordem e harmonia. Hoje em dia temos a tabela da numerologia Pitagórica, comparando os graus do Zodíaco num mapa Astrológico com a numerologia Pitagórica, nota-se uma sincronização muito grande.  Tudo o que existe no Universo tem lógica. O nome dado á astro- logia, indica essa mesma lógica, matemática do estudo do Universo e das consequências e efeitos que produz no homem.
Anaximandro (610 – 547 a.C.): Anaximandro considera que cada parte do universo é resultado de uma oposição entre forças antagónicas (a terra, a água, o ar, o fogo) - ou seja, todos os elementos naturais são efeitos (em uma situação de momentâneo equilíbrio) de pares opostos: o quente opõe-se ao frio, o seco opõe-se ao húmido. Mas também o cosmo, em seu conjunto, deve ser produto de um antagonismo fundamental; e como o universo se mostra definido, limitado, determinado em cada um dos seus componentes, deve-se pensar que ele se tenha originado e seja sustentado por um princípio diametralmente contrário.
Anaxímenes (588-524 a.C.): coloca que o ar, pela rarefacção e condensação, faz nascer e transformar todas as coisas. O ar, melhor que qualquer outra coisa, se presta à variações e também pelo fato de que é imprescindível para os seres vivos. A alma é ar, o fogo é ar rarefeito; quando acontece uma condensação, o ar se transforma em água, se condensa ainda mais e se transforma em terra, e por fim em pedra. Destacou-se por ser o primeiro a fornecer a causa dinâmica que faz todas as coisas derivarem do princípio uno (condensação e rarefacção). “... do ar dizia que nascem todas as coisas existentes, as que foram e as que serão, os deuses e as coisas divinas...”.
Parmênides de Eleia (c. 544 – 450 a.C.) e Heráclito de Éfeso (séc. VI e V a.c.) desenvolveram teorias que entraram em conflito e instigaram os filósofos do período clássico. Para Parmênides, o ser real é imóvel, imutável e o movimento é uma ilusão. Ele afirma que o ser é; e de maneira muito simples, justifica essa afirmação. Ele diz que "tudo aquilo que alguém pensa e diz é. Não se pode pensar senão naquilo que é. Pensar o nada significa não pensar absolutamente, e dizer o nada significa não dizer nada. Portanto, o nada é impensável e indizível" (REALE, 1990, 51). Parmênides também atribui ao ser algumas características: ele é eterno, imutável, uno incorruptível, incorruptível e indivisível. Afirma que o ser não pode ser gerado, nem corrompido, pois se ele for gerado, existirá dois seres, o que é impossível pois ele diz que o ser é, logo não pode ser criado. Também afirma que o ser não poder se corruptível, caso o seja, significa que ele é finito, ou seja, logo morrerá. Com isso, o ser terá que nascer, contradizendo assim a afirmação anterior. Parmênides tem como principio de sua filosofia a ontologia, que é o estudo do ser enquanto ser. A partir do momento que ele deixa de estudar a phýsis, enquanto uma causa de origem, e passa a estudar o ser enquanto ser, rompe com os demais pré-socráticos e passa da cosmologia para a ontologia. Já para Heráclito, tudo flui e tudo que é fixo é ilusão. O principio universal de Heráclito é: tudo se move e que nada permanece estático. Panta Rhei, sua "máxima", significa " tudo flui" , tudo se move, excepto o próprio movimento. A designação mais exata que podemos usar é o devir. Ele exemplifica dizendo que, não podemos entrar duas vezes no mesmo rio, porque ao entrarmos pela segunda vez, não serão as mesmas águas que lá estarão, e a própria pessoa já será diferente. Mas a doutrina de Heráclito vai além. O devir, a mudança que acontece em todas as coisas, é sempre uma alternância entre os contrários: coisas quentes esfriam e coisas frias esquentam, etc. A realidade acontece então, não em uma das alternativas, que são apenas partes da realidade, e sim mudanças, ou como ele chama, guerra dos opostos. Tal guerra é que permite a harmonia e mesmo a paz, já que assim os contrários passam a existir: a doença faz da saúde algo agradável e bom, ou seja, se não existisse a doença não teria porque valorizar a saúde.

Anaxágoras (499-428 a.C.): foi mestre de Péricles. Sustentava que as “sementes” de todas as coisas foram ordenadas por um princípio inteligente, uma Inteligência Cósmica. Cada coisa surge quando vários elementos se agregam, e desaparecem quando esses se separam. Ele pensava que as coisas ou seres eram compostos com qualidades semelhantes que, ao serem divididas ao infinito, se repetiam em cada porção. A esses elementos-qualidades, que associadas geram o ser, Anaxágoras chamou (espírito, pensamento, inteligência). É ele que fornece as leis do pensamento que se sobrepõe aos sentidos para conhecer e governar o universo. É preciso entender que o pensamento está nas coisas, e não como algo separado delas. Tudo tem causa e essa é sempre natural, física, ainda que o espírito aqui seja concebido materialmente.

Empédocles (483-430 a.C.): os quatro elementos terra, ar, água e fogo constituem tudo. Tais elementos, tinham a característica de subsistir diante da geração, da alteração e da destruição. Para Empédocles, todas as coisas que existem, apresentam, em alguma proporção, os quatro elementos. A diversidade de coisas existentes decorre da diversidade de proporções de elementos, conforme uma mistura e troca. Empédocles defende que todas as coisas sujeitam-se ao devir, ao movimento.



Zodíaco: A origem e os mitos
Olhando para o céu, os antigos acreditavam ver os deuses
A Trajectória do Sol, as fases da Lua e a rotação do céu nocturno foram as primeiras grandes referências que o homem descobriu e usou para se orientar no tempo e no espaço. A necessidade dessas referências cresceu há 10 mil anos, com o desenvolvimento da agricultura. E cresceria ainda mais no início das grandes navegações, nos séculos 15 e 16.

Mas foi há 3 mil anos que as civilizações do Crescente Fértil, a região atravessada pelos rios Nilo, Tigre e Eufrates (no Oriente Médio), esboçaram os primeiros estudos do céu - personificando fenómenos astronômicos na figura de deuses. Os sacerdotes da Mesopotâmia estabeleceram as constelações do zodíaco por volta do século 5 a.C. Elas não serviam para traçar o destino dos indivíduos em função da data de nascimento, como faria depois o horóscopo, mas para dar consultoria ao rei sobre a iminência de tempos difíceis.


A necessidade de referências, combinada à compulsão em dar sentido a tudo - incluindo o aparente caos celestial -, levou o homem a criar no firmamento, ligando estrelas com linhas imaginárias, um conjunto de imagens que simbolizam o enredo de alguns de seus mitos.
O nome das constelações vem da mitologia grega - algumas delas, os helênicos herdaram de povos da Mesopotâmia. E nós herdamos deles. A de Aquário, por exemplo, lembra o sequestro de um jovem e belo troiano, Ganimedes, que foi obrigado a servir de copeiro no Olimpo. A titular da vaga era Hebe, deusa da juventude, filha de Zeus, mas ela largou o batente quando se casou com Hércules (herói que também ganhou uma constelação). Distraído enquanto se divertia com os amigos no monte Ida, Ganimedes foi raptado por Zeus, que estava de olho naquela beleza toda. Entre suas atribuições oficiais estava servir o néctar (a "água" da imortalidade) aos deuses. "Aquário", na Antiguidade, era o escravo responsável pela água - daí a constelação ser representada por um homem derramando líquido de um jarro..
A União Astronômica Internacional, fundada em 1919, na França, classificou o firmamento em 88 grupos, em 1930. "Talvez alguém se incomode que, em pleno século 21, ainda façamos referência à mitologia quando falamos de constelações.
Os gregos antigos descreveram mais da metade dessas 88 constelações reconhecidas pela União Astronômica. Quarenta e oito delas foram registradas nos volumes 7 e 8 da Composição Matemática, a obra mais importante de Cláudio Ptolomeu (90-168), célebre astrônomo de Alexandria.
O Céu não é o mesmo que naquela época, no entanto,
Mas a classificação celeste que faz mais sucesso é o zodiacal, e aí não importa que a poluição atmosférica e o excesso de luzes urbanas tenham tornado difícil ver alguma coisa quando se olha para o céu nocturno. Para chegar à divisão do zodíaco - 12 signo, de 30 graus cada um -, foram necessárias muitas observações precisas e uma aritmética elaborada. Os babilônios empregavam a numeração sexagesimal, mantida até hoje na divisão do círculo em 360 graus e na divisão do dia em 24 horas.

A origem dos signos Astrológicos são  a mistura de lendas babilónicas, egípcias, gregas e romanas

Os primeiros registos sobre o horóscopo apareceram a partir do século 7 a.C., quando várias civilizações antigas se dedicavam à observação do céu. Suas populações acreditavam que os astros podiam influenciar a vida humana – especialmente o destino dos recém-nascidos. Entretanto, a versão do horóscopo que conhecemos hoje – uma mistura de influências da astrologia milenar dos babilônios, do conhecimento matemático dos egípcios e da filosofia grega – surgiu provavelmente por volta do século 5 a.C., com a criação do zodíaco. Em sua origem grega, essa palavra significa “círculo de animais” e indicava o grande cinturão celeste que marcava a trajectória do Sol naquela época. Dentro dessa trajectória, cada constelação por onde o astro passava simbolizava um signo. O número de constelações e as figuras que as indicavam variavam para cada civilização.

Os 12 conjuntos de estrelas que representam os signos de hoje foram padronizados ainda na Antiguidade, a partir da influência de imagens da mitologia de babilônios, egípcios, gregos e romanos. Ao definir uma referência fixa para a observação dos astros, o zodíaco impulsionou o surgimento dos horóscopos individuais com mapa astral, uma análise do céu na hora do nascimento que, traz revelações sobre a pessoa e seu destino. Ainda no início da Era Cristã, as civilizações antigas definiram o perfil de cada signo, levando em conta, por exemplo, as peculiaridades das estações do ano. “Outras influências, como a simples observação do temperamento de pessoas nascidas em um mesmo período, também modificaram as características que cada signo apresenta actualmente.                          
                                                                                                                                                          Com a mudança da trajectória solar ao longo dos séculos, a correspondência direta entre astrologia e astronomia não é mais tão precisa. O Sol hoje passa por constelações que não fazem parte do zodíaco e ilumina outras em períodos diferentes dos observados na Antiguidade. Mas, pelo menos em alguns aspetos, o horóscopo se adaptou com as mudanças ao longo dos tempos. “É o caso de algumas inovações relativamente recentes na escala histórica, como a descoberta dos planetas Úrano, Neptuno e Plutão, que trouxeram novos elementos à interpretação astrológica do céu”, afirma o historiador David Pingree, da Universidade de Brown, nos Estados Unidos.
Mitologia eclética - Ecletismo ou Ecleticismo é ummétodo cientifico ou filodófo que busca a conciliação de teorias distintas. Na politica e nas artesecletismo pode ser, simplesmente, a liberdade de escolha sobre aquilo que se julga melhor, sem o apego a uma determinada ideia. Ou seja na mitologia se mistura um pouco de todas essas formas de ver e perceber o universo.

ÁRIES
Na mitologia grega, Frixo, filho do rei Atamas, ia ser assassinado pela madrasta quando foi salvo por um carneiro com lã de ouro, enviado por sua mãe. O carneiro foi sacrificado e sua lã enterrada no pomar de Ares, deus da guerra, que deu nome ao signo
TOURO
Há 4 mil anos, era o primeiro signo do zodíaco. Coincidia com a primavera e marcava o início do ano. A imagem do touro vem de um mito grego em que Zeus, o chefe dos deuses, teria assumido a forma do animal para atrair uma princesa.

GÊMEOS
Os irmãos Castor e Pólux, filhos de Zeus, apaixonaram-se por duas garotas comprometidas e desafiaram os rivais. Castor morreu no combate e Pólux pediu a Zeus que o matasse também. Em memória da amizade dos filhos, o pai colocou a imagem dos gêmeos no céu
Caranguejo
Em latim, cancer quer dizer caranguejo, animal que aparece em um dos 12 trabalhos de Hércules. Enviado por Hera, a esposa oficial de Zeus, o caranguejo foi morto pelo herói, mas a coragem do bicho lhe valeu uma imagem celeste por toda a eternidade
LEÃO
Mais uma criatura morta por Hércules. O herói não só estrangulou a besta com as próprias mãos como fez um manto com sua pele. Em homenagem ao grande feito, Zeus desenhou com estrelas a forma do animal no céu
VIRGEM
Para os romanos, a constelação representava Virgo, a deusa da justiça. Doente por causa da mania de guerra dos homens, Virgo teria sido o último ser celestial a subir para a morada dos deuses. Minerva, deusa da sabedoria, teria colocado uma imagem no céu em sua homenagem
BALANÇA
Identificada pelos romanos, simboliza a balança usada por Virgem para pesar a alma dos homens em seu caminho para o mundo subterrâneo ou para o céu, determinando prazer ou dor eterna
ESCORPIÃO
Essa constelação aparece no episódio da morte do gigante Órion. Apolo, deus grego das profecias, ficou com ciúmes pela amizade de sua irmã Ártemis com o gigante e enviou um escorpião para mordê-lo. Zeus pôs o animal e a estrela Órion no céu como lembrança da história
SAGITÁRIO
Pela mitologia grega, Chiron  ou Kiron era o mais sábio dos centauros, uma criatura meio homem, meio cavalo. Foi morto ao ser atingido acidentalmente por uma flecha de Hércules e foi homenageado por Zeus com uma constelação
CAPRICÓRNIO
Nas lendas gregas, a cabra que simboliza o signo tem rabo de peixe. É uma representação de Pan, Deus da natureza que, para fugir do titã Tifon, jogou-se na água. Pan morreu porque, enquanto se transformava em peixe, estava com metade do corpo para fora da água
AQUÁRIO
É um dos signos aquáticos dos babilônicos, ao lado de Capricórnio e Peixes. No Oriente Médio, o mês de aquário seria correspondente ao período das chuvas, o que deu origem ao símbolo do signo: um homem virando um jarro de água
PEIXES
Pela lenda grega, Afrodite, deusa do amor, e seu filho Eros teriam se transformado em peixes para escapar do titã Tifon, que não suportava a água. Atena, deusa grega da sabedoria, criou a constelação para lembrar a fuga.
E assim tanto a Mitologia, como a Astronomia, como a Astrologia , fazem parte desta busca do homem de compreender o Universo 
Aqui lembro duas frase do físico e Astrónomo   Stephen Hawking que  faleceu hoje.  Nasceu no dia 8 de Janeiro de 1942 e faleceu hoje dia 14 de Março de 2018:
"Olhe para as estrelas e não para os seus pés."
 "O maior inimigo do conhecimento não é a ignorância, é a ilusão do conhecimento."

Fonte de consulta Wilkipédia

Rui Santos