Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Constelação de Escorpião, do grau 23 de virgem a 26 graus de sagitário



   De todas as 88 constelações existentes, Escorpião  é fascinante, pois realmente parece um formato básico de escorpião, sendo visível no Verão e na primavera em Portugal.
       No céu quando a constelação de Orion se põe, a constelação de Escorpião nasce do outro lado celeste, assim como na mitologia grega, onde escorpião seguiu o caçador Orion, mas este não foi morto pelo escorpião, ficando assim uma perseguição eterna no céu.

       Dentro da constelação de Escorpião, se destaca uma estrela por nome de Antares (coração do escorpião), uma super gigante vermelha, de 1ª magnitude, 700 a 800 vezes maior que o Sol, se a mesma fosse colocada no Lugar do Sol, ela se encontraria entre a órbita do planeta Marte e Júpiter.
       Antares se está a 600 anos-luz da Terra, ou seja, se ela morrer hoje, só daqui 600 anos não veremos seu brilho mais, seu nome significa rival de Marte, pois são os dois objetos mais avermelhados brilhante no céu, facilmente confundidas, por isso o nome.
 observamos a constelação de Escorpião, e a estrela Antares no destaque.



SCORPIO, ou O ESCORPIÃO
 23 virgem a 26 Sagitário
  7 Sul a 46 Sul
Esta constelação representa o escorpião morto por Orion.
Segundo os Cabalistas, Escorpião é associado com a letra Hebraica Oin e com a Lâmina 16 do Tarot, A Torre.

Segundo alguns autores, sua origem deve associar-se às secas e ás pragas que assolavam o Egipto quando o Sol se encontrava naquela região do céu.
Desde a mais remota antiguidade, esta constelação foi representada pelos gregos, latinos, árabes e persas pela figura de um escorpião.
O equinócio de outono, há 3000 ac, localizava-se aí, quando este asterismo foi instituído.  Na Pérsia, Antares, a estrela mais brilhante do Escorpião, era uma das quatro “Estrelas Reais”, uma das guardiãs do céu e, naquela época, indicava o outono.
Os poetas gregos nos ensinavam que Scorpius foi o animal enviado por Diana para matar Orion, que intervinha nas atividades da caçadora, mas ele nunca conseguia atingir a sua meta: realmente, as estrelas de Orion desaparecem no ocidente justamente quando o Escorpião nasce no oriente.


Algumas Estrelas, na Constelação de Escorpião:

Isidis.  Delta Scorpii.  01 Sagitario 27.
Situada próxima da garra direita do Escorpião.
Diz-se causar assaltos repentinos, malevolência, imoralidade e falta de vergonha.

Graffias.  Beta Scorpii. 02 Sagitário 4.
Uma estrela tripla, branco pálido e lilás, situada na cabeça do Escorpião.
Diz-se trazer extrema malevolência, repulsividade, malícia, roubo, crime, peste e doenças contagiosas.

GRAPHIAS – 02:59  SAGITÁRIO – Beta Scorpio
A frente do Escorpião, a Cabeça.  Pessoa que possui o Conhecimento e que sabe como usar o mesmo - o poder do conhecimento.

Antares.  Alpha Scorpii.  08 Sagitário 39.
Uma estrela binária, intensamente avermelhada e verde-esmeralda, situada no corpo do Escorpião.  De Anti-Ares, similar ou Rival de Ares, Marte. Foi uma das quatro estrelas reais da Pérsia, cerca de 3.000 anos a.c., e atuava como a Guardiã do Oeste pois marcava o Equinócio de Outono. Muitas vezes chamada de Coração do Escorpião, Cor Scorpio.
Diz-se trazer malevolência, destrutividade, liberalidade, mente aberta, presságios maus e perigo de fatalidade.

ANTARES - 09:25 SAGITÁRIO -The red star in the Heart of the Scorpion - Alpha Scorpius
Uma estrela real que nos traz grande sucesso mas que nos avisa para não nos tornarmos obcecados pelo mesmo.  A obsessividade não é recomendada por essa estrela. É o coração do Escorpião. Ambição, energia.

Lesath. Upsilon Scorpii.  22 Sagitário 54.
Uma pequena estrela situada na cauda venenosa do Escorpião, o Ferrão.  De Al Las’ah, o Ferrão.
Diz-se trazer perigo, desespero, imoralidade e malevolência e é conectada com venenos ácidos.

LESATH – 23 :49 SAGITÁRIO – na constelação do Escorpião – O ferrão
Perigos. E preciso ter cuidado com as ações e as reações - Karmas e Samskaras.  A gente colhe aquilo que planta.  Porém, nem sempre colhemos nessa nossa encarnação questões que temos a certeza de que não plantamos nessa encarnação.... então, existem questões que passam de uma encarnação para outra.

WeiEpsilon Scorpii
A Cauda, nome de origem chinesa para designar a cauda do Escorpião.

Schaula - Lambda Scorpii
A Cauda, nome árabe que designa o grupo de estrelas formado por lambda e Nu Scorpii.

Aculeus.  6 M Scorpii.  24 Sagitário 39.
É uma Nebulosa situada na cauda do Escorpião.  É uma aglomerado, juntamente com Acumen.
Diz-se afectar a visão e causar cegueira em um ou mesmo nos dois olhos se em conjunção com um Luminar aflito ou em conjunção com um planeta maléfico que aflija um dos Luminares.  A oposição também parece assim agir.

ACULEUS - 25:23 SAGITÁRIO
Ataques constantes, porém  sucesso. Ataques verbais ou físicos, confrontados ou escondidos, rápidos ou vagarosos.  É uma estrela que avisa para se ter bom olho aberto.  Aliás, não é uma estrela, é uma nebulosa na cauda do Scorpio e antigamente era usada como exame de vista!  Em sendo você bom de vista, poderá saber de seus ataques.  Em não sendo, previna-se.  Podemos também estar falando do sexto sentido...

Al Nyiat - Tau Scorpii
A Aorta, denominação árabe que designa o coração do Escorpião - usada também para Alpha e Sigma Scorpii.

Sargas - Teta Scorpii
Cavalo Teimoso, nome de origem persa.




Robur Carolinum, o Carvalho de Charles
  25 Virgem a 12 Libra
  46 Sul a 54 Sul
Constelação formada por Halley, 1679, em comemoração ao carvalho
onde Charles II escondeu-se.

Diz-se trazer uma natureza franca, honorável, generosa e firme.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

O signo de escorpião e os processos de trãnsformação e renovação iniciados no dia 6 de Outubro de 2012



Processo intenso muitas vezes sofrido não entendido devido muitas vezes ao sofrimento causado por perdas, de emprego, de famíliares de poder económico e muitas vezes não entendido mas sem dúvida muito renovador este processo  iniciado no dia 6 de Outubro de 2012 , todos as pessoas nascidas entre 23 de Outubro e o dia 20 de Novembro, vão ter a oportunidade de reconstruir, aprender, integrar construir uma nova vida de acordo com tudo o que foi vivido com a certeza que o renascimento e aproveitamento de todas as lições aprendidas foram uma mais valia nos processos de transformação correspondentes á casa astrológica 8, tradicionalmente associada á morte e transformação da antiga personalidade, inscrita em memórias Kármicas.

Aqui fica como funcionam as pessoas deste magnifico e intenso signo do Zodíaco, e o modo como poderão de acordo com os processos individuais ajudar a construir um mundo melhor aproveitando os aspectos mais positivos do signo.

Também é válido para todas as pessoas com Planetas na casa 8, os aspectos que fazem com outros Planetas, a casa ou casas astrológicas onde se encontra  o signo de Escorpião.

Quais as tensões fortes, se existirem entre o Planeta Plutão e Marte ou Marte e Plutão em forte tensão com outros Planetas.

O signo Ascendente e seu Planeta regente, por ser a maneira como a pessoa vai reagir no mundo á procura de soluções alternativas, caso se manifeste essa vontade pelo seu processo individual de desenvolvimento pessoal.

Escorpião
23/10 - 20/11

Pelo lado positivo, é emotivo, decidido, poderoso e apaixonado. Escorpião é um signo com muito magnetismo.

Pelo lado negativo, é ciumento, compulsivo e obsessivo. Os escorpianos podem ser ressentidos e teimosos.


Escorpião gosta
Da verdade, do trabalho quando faz sentido. O escorpiano gosta de envolver-se em causas e convencer os demais.

Escorpião não gosta

Do superficial, das relações sem sentido. O escorpiano não vê com bons olhos os afagos fáceis e também não suporta a adulação.

Descrição de Escorpião

Escorpião é um signo intenso, com uma energia emocional única em todo o zodíaco. Ainda que possam parecer calmos, os escorpianos têm uma agressividade e magnetismo escondidos internamente. São afáveis, sociáveis, reservados, cortêses e, ainda que pareçam estar um pouco afastados da acção, em realidade estão observando tudo com seu olhar crítico.
O escorpiano é tremendamente poderoso e seu carácter pode causar enormes benefícios ou grandes riscos para os demais. Sua tenacidade e força de vontade são únicas, mas também muito sensíveis e facilmente afetadas pelas circunstâncias. São emotivos e facilmente feridos ou aludidos. De fato, podem perder totalmente a cabeça ao perceber, inclusive erroneamente, que alguém lhes xingou. Não sabem morder a língua e podem ser muito críticos. 
Quando um escorpiano consegue utilizar sua enorme energia de forma construtiva, se transforma em um grande agente para a sociedade e pode converter-se num grande líder. Não obstante, os escorpianos devem aprender a controlar-se, porque podem ser muito críticos e ressentidos com os outros. São excelentes amigos dos que considerem merecedores de seu respeito.
Os escorpianos são muito imaginativos, intuitivos e têm uma grande capacidade para analisar situações e pessoas. De todos os signos do zodíaco, são os que mais probabilidade têm para converter-se em gênios - desde que controlem seu lado negativo, porque se tomam o caminho equivocado podem ser muito destrutivo para eles mesmos e para outras pessoas. Devem tentar evitar sensações como a arrogância, a agressividade e o ciúme, porque eles sentem as coisas tão intensamente que, se se renderem a esses sentimentos negativos, podem perder o controle.

Escorpião e o trabalho

Dado sua alta capacidade, os escorpianos podem ter sucesso em quase tudo. São bons médicos, cientistas, policiais, detivesse, advogados e escritores. Podem ser bons oradores, predicadores e diplomáticos. Em realidade, se um escorpiano se dedica e controla seu lado negativo, seu futuro profissional não tem limites.

Escorpião e as relações pessoais
Escorpião é o símbolo do sexo, e os escorpianos são pessoas muito apaixonadas e sensuais. Para os escorpianos fazer amor é um ato espiritual, e são capazes de sentir coisas que outros signos nunca conseguirão. Sua intensidade de sentimentos faz com que suas relações amorosas sejam profundas, mágicas e, às vezes, trágicas. Cuidam muito de seus amigos, mas quando são traídos é difícil recuperar sua amizade e confiança.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O Ecilpse Solar Parcial de 23 de Outubro de 2014, as crenças sobre os Eclipses desde o tempo da Mesopotãnia, Mapa do eclipse, uma visão astrológica


Mapa Astrológico do Eclipse  
23 de Outubro de 2014, 19.37
Clique na imagem para Ampliar
  •                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          No dia  23 de outubro de 2014 - . Eclipse Solar Parcial O eclipse parcial será visível em quase toda a América do Norte e Central.
           Um Eclipse solar parcial é quando a lua cobre o sol mais não cobre o sol todo... 


                              Eclipse parcial do Sol – 23 de Outubro de 2014


                                  Início do eclipse: 19:37 TU
                                  Máximo do eclipse: 21:45 TU
                                  Fim do eclipse: 23:51 TU

Dois mil e quinhentos anos antes de Cristo, na China, um astrólogo poderia perder a cabeça por se equivocar na previsão de um eclipse Solar.

O primeiro registo de um eclipse total do Sol é da Mesopotâmia, e data do ano 1375 a.C.

Baseado em conhecimentos adquiridos no Egipto, o astrônomo grego Ptolomeu formulou ao redor de 157 a.C. um complexo esquema de cálculos para prever a ocorrência de eclipses de Sol e de Lua.

Antes da existência dos modernos relógios atómicos, os antigos astrónomos -baseados no registo de ocorrência de eclipses- conseguiram detectar que, a cada século, o tempo de rotação da Terra diminui em 0,001 segundo.

A duração máxima de um eclipse total é de 7,5 minutos.

Um eclipse solar total não é perceptível até que mais de 90% do Sol esteja encoberto pela Lua. Quando o Sol é 99% encoberto, a luminosidade ainda é a de um crepúsculo corriqueiro.

A sombra de um eclipse se desloca à velocidade aproximada de 1.600 Km/h no equador e a mais de 7.500 Km/h próximo dos Pólos.

O número máximo de eclipses solares (parciais ou totais) durante um ano é cinco.

Acontecem pelo menos dois eclipses de Sol por ano em algum lugar da Terra.

Apenas os eclipses solares parciais podem ser observados dos Pólos.

Eclipses totais de Sol acontecem numa média de um a cada ano e meio.

Um número praticamente idêntico de eclipses Solares totais e parciais acontecem em um período de 18 anos e 11 dias (ou a cada 6.583,32 dias), num ciclo chamado "Ciclo de Saros". A cada Ciclo de Saros, os eclipses se repetem a uma distância de 1/3 do perímetro da Terra, e após 3 ciclos (54 anos e 33 dias), um eclipse acontece novamente numa mesma localidade.

Todo eclipse começa pela manhã, em algum ponto do planeta, e termina num pôr-do-sol, no extremo oposto a esse ponto inicial.

Durante um eclipse total do Sol, aves e outros animais da região se preparam para dormir ou agem de maneira confusa quando o eclipse atinge a totalidade.

Durante a totalidade de um eclipse solar, a temperatura pode chegar a baixar até 20°C.

Um eclipse ocorrido em 1919 foi utilizado para confirmar a teoria da Relatividade de Einstein.

Uma lenda chinesa diz que o eclipse ocorre porque um enorme dragão devora o Sol.

Para os egípcios, o malfeitor seria a serpente Apófis, inimiga de Ra, o deus-sol. Às vezes, Apófis coloca-se no caminho de Ra para promover o combate.

Os escandinavos acreditavam que dois enormes lobos, Sköll e Hati, perseguiam o Sol e a Lua. O segundo, também chamado Managarm, o cão da Lua, acaba devorando o astro nocturno no final dos tempos.

Na Roma antiga, os habitantes tinham o costume de gritar em voz alta, a fim de socorrer o Sol eclipsado, para chamar de volta o astro quase desaparecido.

Segundo os esquimó, o eclipse ocorre quando seus dois mais importantes deuses, Padli e Amarok (o Sol e a Lua) fazem amor.

Até o século 3 ocorreram 373 eclipses.

As mais antigas observações conhecidas dos eclipses do Sol e da Lua foram feitas no Oriente Médio e no Extremo Oriente. No século 3, o escritor grego Diógenes relatou que os astrónomos dos faraós já haviam registado 373 eclipses do Sol e 832 eclipses da Lua.
Os eclipses têm um significado forte na Astrologia, geralmente representando um momento que simboliza algum processo de transformação para as pessoas do  signo em que ele acontece, mas tambem em todas as áreas de vida,(Casas Astrológicas) envolvidas e relacionadas com o signo e seu ou seus Planetas regentes.

Com o mapa em questão seria muito simples limitar a analise apenas a questões individuais, a hora internacional a que este fenómeno ocorre e do mapa tirado pode-se concluir que a grande quadratura envolve dois Planetas por oposição em movimento retrógrado Mercurio em Balança conjunto ao nodo Norte, que indica o fim de missão aqui na terra para muitas pessoas, esta oposição ocorre com Úrano em conjunção ao nodo norte em carneiro, o eixo desta oposição ocorre entre a casa 6 e a casa 12, e indica que a refromulação das questões da saude, do amor, liberdade e do poder, estão sendo revistas e assimiladas á força por toda  a humanidade, mas com muita (discórdia) ou seja oposição de uma grande parte que não está minimamente preparada. O Planeta Eris, encontra-se em Carneiro e na astrologia está associado a Marte e a Carneiro. Marte em trigno com Júpiter e sextil com o Sol em Escorpião indica estas grande confusões (discórdias), que estão vindo á superfície sobre as estruturas da terra, o mapa fecha este circulo com Plutão em quadrado com Úrano em Carneiro e Mercurio retrogado.


O sol a Zero graus de escorpião, conjunto a venus e trigo a Neptuno ainda retrógrado e sextil a Marte, um novo ciclo a registar por todos os que souberem aproveitar estar conscientemente activos e aceitarem a renovação e transformação com o espírito do amor, Vénus em Balança em trigno com Neptuno em peixes, Vénus em trigno com Marte. Afinal estamos mesmo a chegar ao fim da recepção mútua de Plutão em Capricónio e Saturno em Escorpião, mais um sinal forte do céu com temas como a União dos princípios e valores humanitários.
E Já se verifica uma união, que não pertence a nenhum circulo intelectual mas cada vez se afirma com maior força em todas as classes sociais com o objectivo de renovar e integrar tudo o que une o verdadeiro poder das massas que já não acreditam em palavras e actos políticos de falsos Mestres, que prometem a renovação social á conta do sacrificio de quem trabalha, fazendo girar a energia do dinheiro por conta do poder subversivo do controle do medo que é originado pela ignorãncia daqueles que acreditaram com fé nos "recursos" ilusórios de todos os Mestres do poder.
Eris  era a deusa da discórdia. O planeta foi chamado assim porque a sua descoberta lançou a discórdia entre os astrónomos quanto à definição de um planeta e causou, indirectamente, a descida de estatuto de Plutão de "planeta" para "planeta anão". Na mitologia grega é famosa por ter causado, indirectamente, a Guerra de Tróia Era também conhecida por acompanhar o seu irmão Aires (Marte) para o campo de batalha e, quando os outros deuses iam embora, ela ficava rejubilando-se da carnificina.
Fonte Wilkipédia 

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Sirus, a mais brilhante estrela do sistema Solar



Falando sobre esta estrela do nosso sistema Solar, ela está a 8.2 anos luz da terra.
Emite mais 23 vezes luz do que o Sol e é 1.8 vezes maior do que ele.

È representada pelos egípcios, por um cão, e aparece nos monumentos e templos antigos

Os egípcios acreditavam que Sirios detinha o Destino do nosso Planeta. Acreditavam que é para lá que iam as almas dos faraós e sacerdotes após a morte, para receberem instruções.
Por conta disso ergueram as Tão cconhecidas pirãmides , morreram muito escravos para satisfazer o desejo dos faraós e sacerdotes nas suas crenças.

Tem sido assim que se tem feito a história da Humanidade.


Segundo pesquisas que fiz . Sirius era atribuida ao Deus Thoth, oa a Hermes dos Egipcios, ou Mercúrio dos Romanos.

Os povos da antiguidade detinham um conhecimento de matemática, astronomia , arquitectura, que se foram perdendo nos ciclos do tempo.

Historiadores referem-se a Thot como um estrangeiro que chegou ao Egipto durante a era de Cancer, acreditam que pode ter sido o primeiro habitante de Atlãntida a trazer seu conhecimento ao Egipto.

Hermes como ficou mais conhecido é considerado o patrono da Astrologia e seus princípios herméticos, contidos nas tábuas de esmeraldas e descritos no livro "O Cabalion", são a base de toda a interpetação Astrológica.

O que se sabe da Atlãntida, da Lemúria do Egipto e outros povos que habitaram a terra , lançaram sementes de conhecimento do universo, para toda a humanidade.

Os três reis Magos, que seguiram e estrela de Belém tinham fortes conhecimento de Astronomia, num tempo em que nem se falava de Astrologia, nestes povos antigos um astrónomo era um sacerdote ele servia as energias universais era um iniciado.

Um iniciado era um estudante que através do conhecimento expandia a sua consciência no caminho da Ascensão.


O Universo de Lilith nas casas Astrológicas, e sua posição Astronómica





           lilith nas casas astrológicas      

           Em carneiro ou na casa I                                                                                                                               Busca por atenção sobre si. Sente-se desconfortável com o próprio físico. É difícil o contacto físico. Gosta, mas esconde que gosta. Tem muito medo de não realizar o que já tenha começado. Tem solidão interior. Suas aventuras são desastrosas. É uma pessoa muito frustrada, tem uma infelicidade que não sabe de onde vem e, para disfarçar, defende-se com uma agressividade doentia. É uma pessoa insatisfeita, e que só procura pelos defeitos de tudo e todos. Pode cometer excessos em trabalho, sexo e prazeres. É incapaz de dar valor ao que consegue. É indiscreto. Tem descontrole passional. Em geral, tem muitos problemas afectivos

                                               Em Touro ou na casa II

Tem uma necessidade compulsiva de possuir e acumular. É avarento, e faz qualquer coisa para adquirir valores e bens. Sofre muitos obstáculos para conseguir seus objectivos Gosta de vida fácil. A preocupação excessiva com os bens pode prejudicar a saúde. É uma pessoa invejosa. Tem tendência a perder tudo o que conseguiu acumular por ganância (em uma má aplicação, por exemplo, ou em um jogo). Dificilmente tem o que quer, e, se tem, não consegue manter. Perde. Interessa-se pelo proibido. Pode ficar pessimista com tudo.

                                           Em Gemeos ou na casa III

É fascinado com qualquer tipo de meios de comunicação. E faz manobras espertas para seduzir. Diz o que os outros querem ouvir. Persuasão. Comunica incessantemente, e é hábil em alternativas. É acusado de superficial e, muitas vezes, não é levado à sério. Tem excesso de orgulho mental. Não se sente pertencendo a alguém. Passa por nervosismo interior.

                                           Em Caranguejo ou na casa IV

É absorvente. Vulnerável a vida privada e área doméstica, as quais sempre trazem dificuldades e frustrações com a família. Sujeito a ser colocado de lado. É preocupado com fantasmas, mediunidade, etc. Vive preso ao passado. Mulheres podem ter problemas menstruais, materiais, com a gestação e órgãos geradores. Pessoa não doméstica, ou com dificuldade em expressar seus sentimentos.

                                            Em Leão ou na casa V

O ego é seu inimigo. Exagera e fere-se se não é reconhecido. Faz trapaças para aparecer, dizer que foi ele quem fez. Luxúria. Ostentação, mostra o que não tem e fala o que não é. Come e bebe demais, excedendo-se para
satisfazer seus desejos. Gasta muito dinheiro com os outros para aparecer. Tem problemas com os filhos, especulações, romances ou diversões. Normalmente passa por uma grande decepção com o primeiro amor, e na área sexual é impaciente, quer porque quer. Medo de engravidar irracional. Sofre restrições nos prazeres em geral. Orgulho ferido.


                                             Em Virgem ou na casa VI

Tempo e trabalho perdidos. Preocupação com o que ‘deveria’ fazer. Pressões diárias e dos deveres impedem interesses pessoais. Se perde em milhões de detalhes inúteis. É desleixado nas suas obrigações. Problemas de saúde, doenças de difícil diagnóstico. Sujeito a doenças sexuais. Faz trapaças no trabalho. Pode trabalhar com coisas desonestas ou política. Tem tendência a cometer furtos profissionalmente.

                                           Em Balança ou na casa VII

Sofre porque busca ser querido e amado, mas não consegue. Faz de conta que está tudo bem e não pede ajuda (característica dos signos cardeais). Evita competições, pois tem medo de falhar. Sente-se desconfortável com os outros e acaba afastando-os. Preguiça e comodismo fazem com que arrastem situações de sofrimento e
frustração. Não consegue paz e harmonia. Problemas nos relacionamentos, pois gosta do que é proibido. Sofre por sua beleza ou pela falta dela.


                                           Em Escorpião ou na casa VIII

Ressentimentos e feridas emocionais. Tem dificuldade de transformar situações. Estagnado. Passa por privações. Tem fascinação por coisas mórbidas, formas negativas ou estados de pós-morte. Ódio e ciúmes que corroem por dentro. É obsessivo. Passa por sofrimentos por causa de envolvimentos financeiros com outras pessoas. Tem problemas com inventários, impostos, seguros e pensões. Tem complicações e desejos sexuais que faz de tudo para esconder, ou pode mostrá-los em excesso. Sujeitos a assaltos, bem como a ser molestado sexualmente. Pode ser alvo de magia negra.

                                          Em Sagitário ou na casa IX


Falta de percepção. Comete erros de julgamento. Impede a expansão, como se nada desse certo. Tem dificuldade em assuntos legais, culturais, éticos ou religiosos. Fazem mau uso de sua generosidade. É negligente. Maus reflexos e dado a negligências.

                                          Em Capricónio ou na casa X

Ambição compulsiva frustrada. Faz qualquer coisa para conseguir poder. Trabalha por trás das cenas para
tirar proveito. Muito medo de perder posição social. Passa por interferências e interrupções na vida profissional. É escravo de hábitos e trabalhos, mas tira vantagens dos erros que comete. Tem problemas com
figuras de autoridade, pessoas mais velhas, figura paterna. Pode sofrer acusações injustas e antipatia.


                                         Em Aquário ou na casa XI



É atraído por assuntos cósmicos e sofre por eles, não consegue entrar em sintonia com a força cósmica. É vítima de magia. Tem problemas com grupos, amizades. Atrai-se por pessoas que lhe fazem sofrer. Faz más escolhas. Recebe pouca recompensa nos seus interesses humanitários. Dificuldade para realizar seus Objectivos É excêntrico. Má coordenação, espasmos. Tornozelo frágil.

                                             Em Peixes ou na casa XII

Desgasta-se com situações e pessoas negativas. Tem confusão emocional, passa por arrependimentos. É magoado e enganado pelos outros. Períodos de isolamento, confinamento e frustrações. Envolve-se com coisas ilegais, imorais. Tem problemas psíquicos, atrai o pior. Faz mau uso dos dons espirituais. Precisa ter muito cuidado nas escolhas de com o quê e com quem se envolve. Sujeito a escapismos, vícios, traições.

                                                                                                                                                                       Lilith não é um planeta, mas o segundo centro da orbita Lunar, a Lua descreve ao redor da terra uma elipse. Uma elipse tem dois centros. A terra ocupa um desses centros de gravitação. O segundo, onde aparentemente não há nada chama-se Lilith, o centro oculto da gravitação da terra.

A lua significa as memórias inconscientes que transportamos, na lua sentimos uma necessidade constante de procurar essa parte de nós que não temos consciência.

Em Lilith somos confrontados com a parte de nós que rejeitamos

A Lua significa a noite e podemos ir iluminando com a noite a luz do nosso Sol (consciência), mas em Lilith, temos que encontrar essa parte de nós que rejeitamos

Essas memórias vêm de tempos antigos impressas na humanidade pelas autoridades religiosas e politicas e onde temos Lilith no nosso Mapa é onde temos tendência a reagir, a fugir porque nos ensinaram



                                                       Lilith no mapa Natal 

O glifo de Lilith é uma lua negra, oposto àquele empregado para a Lua real. Lilith é incluída nos gráficos de cartas tipo 2.AC. Outros tipos de gráfico, como os 2.AT, apresentam Lilith na tabela das posições planetárias.


                                                     Lilith na astronomia

A Lua descreve uma trajectória elíptica ao redor da Terra. Uma elipse possui dois pontos focais e aquele que fica vazio foi denominado Lua Escura, Lua Negra ou Lilith. Isto se constitui numa definição um tanto simplificada, pois, na realidade, a Lua e a Terra movem-se ambas ao redor de seu centro comum de gravidade, e a trajectória da Lua não é uma elipse exacta, mas um tanto oscilante. Assim é necessário estabelecer a diferença entre a órbita média da Lua, que é uma elipse levemente alongada, e a órbita real, que oscila ao redor da órbita média devido a diversas interferências. Assim como há um Nodo Lunar “médio” e outro “real”, e como há uma elipse “média” e outra “real”, também há uma Lilith “média” e outra “real”. Escrevo real entre aspas salientando que o Nodo da Lula só é “real” umas duas vezes ao mês, quando a Lula se encontra realmente sobre ele, já que no resto do tempo, ele é tão “irreal” quanto o Nodo Médio. A propósito, quando se trabalha com um ponto tão próximo à Terra, devemos considerar o efeito paralaxe, isto é, devemos ponderar que um determinado ponto da Terra é visto a partir de um certo ângulo de um ponto no céu. A Astrologia observa os planetas sob o ponto-de-vista geocêntrico, ou seja a partir da Terra, e não de maneira topocêntrica, a partir do ponto de vista de um observador.

Lua negra


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Atlantida, a ilha lendária

Atlântica
Muito se tem falado de Atlântica, foi Platão o filósofo Grego quem revelou ao Mundo a história do continente perdido de Atlãntida. Estamos no ano de 355 antes de Cristo , segundo Platão esse continente ficava no oceano Pacifico, próximo do estreito de Gibraltar, até ser inundada pelo mar, há cerca de 10.000 anos atrás.
Havia templos e era uma civilização bastante avançada tecnologicamente e até espiritualmente.
Era uma ilha rodeada pelo mar e o vírus da corrupção alastrou como um cancro no seu povo, eles procuram dominar outros povos, como partes da Líbia dentro das colunas de hércules até ao Egipto e a Europa até a Tyrrbentin.
Platão descreve este continente como o reino de Poseidon, o Deus do mar, Zeus escolheu punir-los destruindo a Atlãntida.
Nesses templos havia sacerdotes dotados de conhecimentos profundos em metafisica, matemática, medicina, astronomia e ciências e aqueles que sobreviveram previam no céu o que se estava a passar, e conseguiram salvar-se conseguindo assim lançar sementes de conhecimento a outros povos.

Interessante como a história de estas antigas sociedades se desenvolveram e deram lugar a muitas divisões e subdivisões do estudo do céu, confusões de tal ordem que os astronomos criaram um distanciamento daqueles que acreditavam que as forças do sistema solar influenciavam totalmente o comportamento dos humanos da terra, estava com o tempo criada a classe social dos astrónomos e a classe dos Astrólogos, que vulgarmente foi sendo considerada como arte de bruxaria, com o aparecimento de jornais a publicarem horóscopos semanais, revistas e todo o tipo de cursos de orientação que prometiam um desenvolvimento humanitário pelo desenvolvimento de consciência.


Consciência pela união e orientação de Mestres de Escolas do saber profundo e esótérico, que previam a sobrevivência da crise de valores desde que a União se manifestasse por conta de meditações pela paz com o reconhecimento social profundo de uma ciência milenar implantada na sociedade dos valores.
Valores  que marcam o final de um ciclo de terra, para dar lugar a um novo ciclo que começará na realidade no dia 1 de Abril de 2025, dia em que Neptuno sairá de Peixes para ingressar em Carneiro marcando assim uma Nova etapa na história da humanidade.

A História que se conta deste continente no futuro poderá ter um elevado valor de orientação para os estudantes do futuro, onde todas as ciências voltam a estar ligadas para a construção de uma nova terra.
 Atlântida (em gregoἈτλαντίς - "filha de Atlas") é uma lendária ilha ou continente cuja primeira menção conhecida remonta a Platão em suas obras "Timeu ou a Natureza" e "Crítias ou a Atlântida". Fonte Wikipédia



 Esta foto foi tirada por geólogos Brasileiros que acreditam ter encontrado vestígios de Atlântida
Atlantida.jpg.1000x297x1
Geólogos brasileiros encontram vestígios de Atlântica