Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Dia do Astrólogo, dia 6 de Janeiro

Dia 6 de Janeiro é considerado por toda a comunidade Astrológica como o dia do Astrólogo, mas quem foram na realidade estes três pessoas, que se deslocaram de vários pontos para seguir uma estrela até Belem ?

Os presentes que levaram ouro, incenso e mirra, simbolizam respectivamente, a realeza, a dinvindade e a cura.

Num tempo em que não se falava de astronomia e astrologia, estes três reis ficaram conhecidos na história pelos nomes de Baltazar, Melquior e Gaspar.

O que  se conhece desta história é fascinante e estas personagens mitológia têm assumido a dimensão e compreensão ao longo dos tempos, como se de um sinal se tratasse para actualizarmos o presente.

Baltazar, era um Rei que morava num Castelo muito alto, Nesse Castelo  havia uma torre e uma Igreja em ruínas, o ultimo padre  já havia morrido e ninguem vunha substituí-lo, a igreja que eram as únicas referências que aquele povo tinha na altura foi abandonada á sua fé, Baltazar que se dedicava a observar o céu sonhava com um acontecimento importante que devolvesse a fé, os principios  e a religiosidade ao seu povo e observou uam estrela mais brilhante no céu e decidiu seguir esta estrela, teria seguido somente esta estrela ou habituado a ler os Astros esperava um acontecimento que lhe revelasse algo importante que mudasse o rumo da terra sob a forma de uma nova orientação espiritual para a humanidade?

No País de Melquior, havia muita guerra, violência e destruição, este Rei não conseguia encontrar uma solução para o seu povo , e tal como Baltazar procurava no céu respostas para os problemas do seu povo e diz-se que encontrou a resposta num sonho onde lhe foi dito que seguisse uma estrela, a mais brillhante no céu até ao local de nascimento, daquele que iria ser a resposta espiritual para os problemas de seu povo.

Sabe-se que o Rei Gaspar, vivia na zona de Àfrica e conta a história que na altura ele também teve a visão de que deveria seguir uma estrela brilhante,  até ao local de nascimento de Jesus ,na altura este rei passava por uma fase de falta de água e seca no seu País, onde havia uma árvore curadora chamada Mirra, por esse motivo Gaspar decidiu levar como oferenda Mirra.

As lendas e os mitos destes tempos são muito ricos em arquetipos na história da humanidade e estes problemas antigos adaptam-se igualmente á nossa actualidade.

Um Rei , sempre esteve associado, ao nobre caráter e nobreza de espírito,  associado ao ouro , ao sol que brilha em cada um de nós quando assumimos e compreendemos estas caracteristicas.

Um Mago, era considerado pelos povos antigos, uma pessoa que conhecia os segredos e mistérios da vida, ele compreendia e conhecia as forças da natureza e actuava sobre elas. Um Mago detinha o poder e o conhecimento de actuar sob as forças da natureza, porque as estudava e as compreendia, hoje conhecemos,  em um grande número, espero eu as duas vertentes da magia negra e branca, para termos a liberdade de escolher.

O incenso sempre esteve associado a rituais de contacto com o plano espiritual, a rituais de ligação do homem com o espírito, a técnicas de meditação, activas ou passivas que pelos seus aromas induzem á prática da oração e meditação.

A Mirra, naquele tempo era uma árvore, que pelas suas caracteristicas produzia uns grãozinhos dentro de uma casca que serviam para auxiliar e aliviar o sofrimento das pessoas, tendo uma forte característica curativa, daí Gaspar ter levado como oferenda Mirra.

È bom relembrar esta História, e comemorar este dia como o dia do Astrólogo e fazermos como estes Reis que olhavam o céu á procura dos sinais de mudança, acrescentando o nosso saber e conhecimento em novas formas de ler o céu, em direcção ao futuro da nossa evolução .

2 comentários:

  1. Agora posso comemorar com vocês!! Muito útil essa informação é um dia que deve ser valorizado

    ResponderEliminar
  2. Agora posso comemorar com vocês!! Muito útil essa informação é um dia que deve ser valorizado

    ResponderEliminar