Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 4 de junho de 2017

Os ciclos de Jupiter. Outubro de 2005 a Outubro de 2017




 Muitas pessoas podem pensar , pelo menos aquelas que conhecem um pouco de Astrologia que  um ciclo de Júpiter completo se faz quando Júpiter retorna ao signo em que temos o nosso Júpiter Natal, o que não deixa de ser verdade, mas sendo Júpiter o Planeta Regente do signo Sagitário fará também todo o sentido analisarmos o período em que Júpiter retorna ao signo da sua regência. Isto é no signo em que Júpiter é o senhor do signo astrológico, ele está perfeitamente á vontade em seu signo Para isso ele tem que percorrer todos os signos Astrológicos, ele sai portanto de sua casa e viaja pelas doze casas terminando o seu ciclo em Escorpião.
Para refletir, pensem como era a vossa vida nos anos de 2005-2006, no que pensavam, no que acreditavam, que fé tinham, sonhos, esperanças e em 2007?já com Júpiter em Sagitário no signo da sua regência, a ideia de fazer coisas novas era real que ilusões e desilusões tiveram, ou que passos deram para estar em paz e viver em harmonia com um mundo social em mudança?
Pessoalmente como já tinha conhecimentos razoáveis de Astrologia apenas respirei fundo e tentei prepara-me para o que vinha por aí e não foi pouco o que veio, tudo para resolver, claro que o conjunto total da visão de meu mapa pessoal deu para ter uma visão mais alargada, impressionante mesmo verificar a sincronicidade do efeito dos trânsitos Astrológicos no meu mapa. No fundo é uma pequena análise do fim do ciclo de Júpiter que terminará em Outubro de 2018 com a saída de Júpiter em Escorpião e ingressando na sua própria casa Astrológica.
Analisei inúmeros mapas Astrológicos e era simplesmente ver os ciclos de vida das pessoas a se sincroniza com tudo o processo que tinham que fazer e viver , despertando era melhor, sempre achei que era melhor acender uma luz do que ficar na escuridão, A Luz era o potencial do mapa astrológico e a liberdade era sempre escolher o caminho certo no momento certo, experiência na maioria dos casos gratificante porque a orientação e aconselhamento resultaram num despertar de consciências de um modo acelerado. As pessoas ficavam a saber e ficam a saber o motivo porque passam por determinadas situações e o tempo que têm para resolver certos ciclos ou períodos mais difíceis.
Então vamos lá ver como os anos de 2005- 2006 em que Jupiter terminou um ciclo e como 12 anos depois está terminando outro ciclo com o Ingresso em Escorpião em Outubro do ano corrente 2017.
No dia 27 de Outubro de 2005. Júpiter ingressava no signo de Escorpião, e manteve-se no signo de Escorpião até Outubro de 2006. Úrano encontrava-se no signo de Peixes, Neptuno no signo de Aquário e Plutão no signo de Sagitário: Saturno encontrava-se na época no signo de Leão. Estes Planetas sociais têm muita força por darem apoio ou grande força aos Planetas Transpessoais que referi acima.

Sendo assim 2017 é um ano importante porque vem fechar o ciclo 2017/2018, ou seja com a agenda apertada nada pode ficar por resolver nos assuntos relacionados de Plutão em Capricórnio/Urano em carneiro que vai ingressar no signo de Touro em 2018 e Neptuno em Peixes de acordo com a época que estamos a viver.
Júpiter em Escorpião assume a natureza do signo de Escorpião de Plutão e da casa Astrológica VIII, muita introspecção, insatisfação e o querer saber e conhecer as verdades escondidas. Verdades sociais em todos os papéis que representamos, família, amigos, vizinhos, trabalho, o aprofundamento de queremos saber mais e ter maior conhecimento de nós para podermos ter a tal fé que nos guia e orienta, fazendo e querendo a mudança e transformação pessoal. Com Júpiter em Escorpião a ir cada vez mais fundo no interior de cada um de Nós e Saturno a acelerar o processo de responsabilidade social a ponte que liga Saturno em Capricórnio que vai ingressar em Dezembro de 2017, é uma ponte de Justiça Divina. Regenera e termina tudo o que tem que terminar.
Nos assuntos de Justiça é de esperar que muitos processos que estão há muito parados, mesmo processos mediáticos de pessoas poderosas comecem realmente a serem julgados. Júpiter em Escorpião facilita as grandes investigações por mais difíceis ou complexas que podem ter parecido no passado. Escorpião simboliza o poder levado ao seu limite e quando acontece esse poder vira sempre no seu contrário. Acontece sempre e coincide com o fim do ciclo de Júpiter em Escorpião. Em Sagitário Júpiter inicia um novo ciclo. Durante um ano descansa na sua casa.astrológica, potencializa as qualidades de Júpiter, a fé a determinação tudo em que se acredita, válido para quem tem nos mapas astrológicos fortes tensões com outros Planetas ou aspectos mais harmoniosos.
Júpiter em Escorpião no ano de 2005
Júpiter em Escorpião, Plutão em Sagitário, Úrano em Peixes e Neptuno em Aquário em 2005-20o6 esses anos representaram uma época em que as qualidades de Plutão em Sagitário. Houve um grande movimento que caiu por terra especialmente de lideres religiosos, políticos e um certo vazio de gurus ou Mestres que prometiam a paz por meio da meditação e de retiros espirituais, e prometiam um mundo Melhor.
Líderes espirituais, religiosos  e políticos que atualmente movimentam pessoas  para se fazerem rebentar e provocam o terror e as vítimas, que começou numa época em que Plutão transitava o grau 12 de Sagitário com o atentado do 11 de Setembro de 2001, onde foram feitos diversos movimentos para acabar com o terrorismo, grande movimentos pela paz e tudo sem sucesso apenas porque o sistema político e económico  Europeu e mundial não quis entender a dimensão do problema que enfrentava, grupos que se organizaram com a facilidade ao armamento devido a poderosos interesses financeiros. Plutão ainda não tinha ingressado no signo de Capricórnio. Só viria a ingressar no signo de Capricórnio em 2008
Neptuno em Aquário e o Planeta regente dissolveu a ilusão das redes aquarianas onde muitas pessoas foram iludidas por falsas promessas de que as redes e a paz no mundo se iria conseguir por meio de retiros espirituais, como faziam os monges e ainda fazem os monges nos mosteiros, e a responsabilidade social, politíca, económica era para os políticos, havia muitas pessoas a pensarem desta maneira.
Úrano em Peixes, especialmente nos anos 2005-2006 registou-se também o fim da dissolução e a dependência ou para muitos o princípio do fim da Dependência de depender de outros para criar a nossa dependência e nem era preciso fazer muito para meditar, estar em paz e harmonia.
Neptuno em Aquário começa-se a dissolver para alguns a ideia das redes espirituais fora de nós mesmo, a ideia real é de que estamos todos ligados a uma rede social, pede também responsabilidade. Sem essa responsabilidade a evolução da terra é mais lenta porque abre caminho a líderes espirituais, religiosos, políticos que acabam por assistir esse papel social conforme pretendem.
Tal ideia tomou começou a tomar forma ainda que só para alguns movimentos que foram criados com o ingresso de Saturno em Leão. Que o mais importante era a responsabilidade, a criatividade. O ir ao fundo e fazer processo de procurar e encontrar soluções mesmo em períodos de ter que caminhar no deserto.
A nível pessoal os que irão sentir mais esses processos de grande transformação pessoal, as pessoas do signo de Escorpião e Ascendente Escorpião. Com energias fortes de Plutão. Marte e na casa Astrológica VIII
As pessoas do signo Leão e Aquário devido á quadratura de Júpiter em Escorpião e Touro por oposição ao signo de Escorpião.
Escorpião- Touro dá sempre os conflitos entre a resistência á mudança, as palavras chaves são os valores e o verdadeiro uso de seus poderes e valores pessoais.
Leão e Aquário, na simbologia esotérica não é mais do  que a integração dos opostos da individualidade ao serviço das redes sociais a criatividade e o estado social sem dependências com a sintonização com as redes Universais ao serviço dos outros.
Júpiter em Escorpião especialmente para as pessoas dos signos que referi são para fechar ciclos que não foram fechados há 12 anos atrás, é o período e o tempo de o poderem fazer sejam ciclos relacionados com a família, amigos, vizinhos, relacionamentos trabalho. E também para as pessoas que têm energias forte, aspetos de oposição quadraturas, muitos Planetas na casa Astrológica VIII, casa natural do signo de Escorpião.
 Em Baixo destaco alguns aspectos importantes que marcaram eventos sociais em 2005 com destaque para a eleições ganhas por maioria absoluta do Partido Socialista, nas últimas eleições o PS só conseguiu ganhar por maioria Parlamentar, pelo povo que votou nas eleições, Penso e acredito que não foi por acaso, sendo dada a Missão especial do PS Governar limitado a determinadas regras, Veremos as grande transformações que aí Vem, na política, na economia na Justiça e o que acontece a certos processos de Investigação considerados difíceis ou ainda sem solução á vista. Júpiter em Escorpião facilita os processos de investigação q quem investiga estes processos, mas também para melhorar a Justiça onde também é possível e de prever que sejam tomadas medidas e regras para melhorar a Justiça.E o fim do ciclo que o estado islâmico e outros radicais têm provocado o terror entre as pessoas, ou seja maior vontade de todas as forças sociais do Governo de acabar de vez com esta situação devido ao movimento de todos os Planetas sociais que se vão alinhar com os sociais, com especial força de Júpiter em escorpião, Ir ao fundo nas soluções para acabar de vez com esse problema, A Europa unida nesse ponto, haverá outros assuntos em que a Europa terá que se unir em dar liberdade e soberania aos países. será Júpiter em Escorpião e Saturno quando se encontrar em Capricórnio. em Dezembro que essas energias da Europa unida se Vão manifestar com mais força e determinação.
Como curiosidade destaco alguns eventos importantes com destaque para a Vitória do PS, que vem fechar um ciclo que iniciou há 12 anos atrás e para o Benfica que se sagrou campeão nacional, 12 anos depois protagonizou um movimento grande de adeptos que contribuiram para o Banco alimentar contra a fome, ainda que não concorde com os negócios de milhões que o Futebol movimenta foi um gesto significativo de que algo está mudando também no mundo do futebol.

Em Portugal
 Na Política
20/fev: Realização de eleições legislativas, as quais foram ganhas com maioria absoluta (45,03% dos votos) pelo Partido Socialista, liderado por José Sócrates. Curiosamente é agora o PS, que ganhou as eleições por maioria parlamentar já não lhe foi dado ganhar por maioria absoluta 
 Na Cultura
15/abr: É inaugurada, no Porto, a Casa da Música, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio.
05/jul: É anunciada a extinção do Ballet Gulbenkian, anúncio que gerou muita polémica e uma onda de protestos.
 No Desporto
22/mai: Após 11 anos sem ganhar a principal prova de futebol portuguesa, o Benfica conquistou a Superliga ao empatar no último jogo do campeonato com o Boavista no Estádio do Bessa. 12 anos depois o benfica sagrou-se campeão. Curiosamente foi recentemente protagonista de um gesto significativo de que algo está a mudar. Movimentou muitos adeptos para angariar receitas para o banco alimentar contra a fome, ainda que falte muito que fazer da parte do Governo para eliminar definitivamente este problema social.
Falecimentos em Portugal
13/jun: Morre Álvaro Cunhal, histórico líder do Partido Comunista Português e um dos mais importantes militantes antifascistas.
No mundo alguns acontecimentos importantes de Mortes de líderes políticos e religiosos, catástrofes naturais que mataram milhares de pessoas, a Guerra do Iraque, que completou mil dias e as mudanças no Oriente Médio marcaram o ano de 2005. 
15 de dezembro - Cerca de 80% dos 15,5 milhões de iraquianos aptos à votar foram às urnas para escolher o primeiro Governo Permanente do país após a queda do ex-ditador Saddam Hussein (1979-2003). Resultados preliminares apontam xiitas e curdos como vencedores. Há 1.500 reclamações de fraude contra o pleito, que serão investigadas por uma comissão internacional.
22 de novembro - A conservadora alemã Ângela Merkel, , é eleita chanceler pela Câmara de Deputados, tornando-se a primeira mulher a dirigir a Alemanha e a mais jovem chefe de governo na história do maior país da União Europeia (UE), após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Ela substitui o chanceler Gerhard Schroeder após uma intensa discussão para formar uma coalizão no Parlamento alemão.
19 de outubro - Começa o Julgamento de Saddan, junto a outros sete de seus colaboradores, pela execução de 143 iraquianos e sequestro e destruição de propriedades de 399 famílias do vilarejo de Dujail (norte do Iraque) em 1982. O julgamento, adiado várias vezes, deve prosseguir em 24 de janeiro próximo. A pena máxima prevista é o enforcamento.
2 de abril - Morre o Papa João Paulo 2 aos 84 anos, após 26 anos no comando da Igreja Católica. Ele foi enterrado seis dias depois em uma cripta da basílica de São Pedro, depois de um funeral na presença de líderes religiosos, políticos e de milhares de fiéis. No dia 19 desse mesmo mês, o cardeal Joseph Ratzinger assume o pontificado, tornando-se o 265º papa e o primeiro sumo pontífice alemão em 482 anos, com o nome de Bento 16.
 E foi assim que tanto se tem dito que 2017 vai, está a ser um ano importante. Júpiter só vai regressar ao signo de sagitário lá para Outubro de 2018 e estará até Outubro de 2019. È válido para todos os que estão passando ainda por momentos de crises, de mudanças daquela sensação de estarem a caminhar no deserto. È também a mudança do modo como vemos o Mundo e a sociedade é o finalizar ciclos de vida, no trabalho, família, amigos, vizinhos e todos os ciclos que ainda temos que terminar, para começarmos a viver e a ver a nova sociedade que está a nascer , mais unida e fraterna. Júpiter em Escorpião vai mergulhar bem fundo. Saturno em Capricórnio vai dar uma grande força durante esse processo a partir de Outubro de 2017. vai funcionar como um catalisador que vai atrair as responsabilidades sociais e  s estruturas que iram vir dessa introspecção profundas no tempo certo



Sem comentários:

Enviar um comentário