Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Benelux, e a formação da união europeia


Benelux é uma organização económica da Europa, que gerou o que seria mais tarde a União Europeia. Compreende a Bélgica ,Holanda e Luxemburgo, sendo inicialmente uma área de livre comércio entre estes três países, e mais tarde, a adição da Itália, Alemanha e França acabou por criar Comunidade europeia do Carvão e do Aço (CECA). Posteriormente com a adição de mais países criou-se a Comunidade Económica europeia, (CEE).










O Tratado de Bruxelas  (da União Ocidental) foi assinado em 17 de Março de 1948  entre Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França e Reino Unido. A partir daí, abriu-se o caminho para a criação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que trabalha em missões de Gestão de Crises.
O Tratado de Bruxelas representou a primeira de todas as tentativas para organizar os estados da Europa Ocidental no pós Segunda Guerra Mundial.. 

Entre várias datas aquela que me parece mais viável para tentar perceber como é que os esquemas , politicos e sociais e a grande mudança na economia Mundial vai acontecer, a fim de chegarmos a 2024 e podermos assistir a um mundo mais justo, fraterno onde os direitos dos cidadãos são reconhecidos e se recupere a autonomia dos países. Sem duvida de que Plutão ao fazer a ultima passagem pelo grau 15 de Capricónio tem um efeito de dar Luz aos assuntos relacionados com tudo o que está escondido e oculto no submundo das organizações Mundiais,com a saída da Inglaterra do União económica, mostrou mais uma vez a revolta das pessoas de pertencerem a uma organização económica que não tem mais lugar na evolução do planeta terra. A politica do medo ainda se vai fazer sentir criando divisão e confusão, mas vamos analisar um pouco este sistema á luz da astrologia para tentar perceber como é que a economia na Europa vai tomar o seu rumo.

O tratado de Bruxelas nasceu sob o signo de Peixes, signo astrológico do mapa de Portugal, faz um aspecto muito tenso a Jupiter em sagitário na casa 9 casa natural de Jupiter , e outro aspecto de grande tensão por quadratura a Urano na casa 2, dos valores materiais, Urano o Planeta regente do signo Aquário encontra-se em oposição a Jupiter em Sagitário.

Está criado o cenário de uma grande quadratura ou quadratura em T, que vem directamente se relacionar com Urano o grande despertar cósmico, que no signo dual de gémeos cria uma grande divisão, de valores relacionado com a casa 2, que se vem dissipando lentamente á velocidade da ultima passagem pelo grau 15 de Plutão em capricórnio.

Os medos dos ventos de mudança com forma ainda na ideia de que os esquemas financeiros podem ser bons podem ser visto em três Planetas retrogados. Plutão, Marte e Saturno em quadratura com venus. O movimento retrogado indica sempre uma forte resistência á mudança que só os ciclos do tempo podem resolver e mais directamente relacionados com Urano, neptuno e Plutão.

Vénus em Touro em semi sextil com a Lua, indica o controle do povo e ligado aos esquemas de Poder pelo medo de Saturno e pelas iniciativas que paralisam ou têm paralisado as energias e iniciativas de mudança, pelo aprisionamento da existência de dois signos na casa 12 a casa das prisões e dos medos inconscientes mais profundo, Peixes onde o Sol ou a consciência da liberdade foram aprisionado resultando numa autentica falta de soberania e liberdade dos países poderem escolher o seu propio caminho.

Neptuno na casa 6 muito longa indica um longo caminho de poder e controle e ilusão e distorção da realidade tal como ela é , assim indica a posição de Neptuno na casa 6, no signo de Balança tendo Virgem na sua cuspide. neptuno ao fazer trigno á Lua , comanda a realidade virtual das pessoas, o Povo, faz igualmente um sextil a Saturno, Marte e Plutão na casa 5 casa natural de leão. a Lua fecha este ciclo, da casa 2 dos valores faz um Sextil a Saturno, Marte e Plutão.

Virá certamente um tempo, regido pela velocidade de Urânio em trãnsito ao qual não fui ver as efemérides e será motivo de outro artigo em que urano faz conjunção com o ascendente, mas ao ingressar no signo de Touro e no ascendente do mapa do tratado de Bruxelas vai-se fazer sentir ainda mais estas grandes mudanças anunciadas desde 2008, altura em que Plutão entrou no signo de capricórnio.

Para o momento que estamos a viver Urano a 22 graus do signo de Carneiro está fazendo o trabalho necessário e de uma forma inesperada vista por muitos, da necessidade profunda e ausência do medo das grandes mudanças dos sistemas económicos, Lembro que Urano o regente do signo de aquário se encontra em quadratura com o sol do Tratado de Bruxelas. O que está criando uma divisão profunda na opinião das pessoas. aquário encontra-se na casa 11, onde a lua negra tem tido um papel fundamental na rejeição da livre circulação das energias e também associações menos transparentes usadas por alguns países, entre os quais alguns politicos Portugueses . O Sol do tratado de Bruxelas encontra-se em peixes.

Para concluir este artigo, onde procurei ser o mais claro possivel de modo a todos entenderem.

Neptuno encontra-se em Peixes num grau muito positivo, se associarmos o grau 23 á numerologia Pitagórica encontramos o número três e encontra-se na casa astrológica 12, o final de um ciclo e a indicar a liberdade da alma colectiva.

Uma nova ascenção e todos os Países da Europa a afirmar a sua identidade própia, é isso que Indica urano a entrar no signo do ascendente do tratado de Bruxelas, mas também o roda da Fortuna em câncer na casa 4.

E indica claramente que a Lua na casa 2, que rege o signo de caranguejo, indica uma posição forte relacionada com a devolução do dinheiro que os países e governantes se têm apoderado ás pessoas havendo assim, mais igualdade, mais fraternidade, Tendo os Governantes dos países de devolver a soberania aos países onde o povo toma as suas decisões sem medo de represálias.

Infelizmente já vi um economista Português dizer que aqui em Portugal quem vai sofrer é os mais pobres, e era dificil acreditar no que ouvi, mas é uma realidade estas pessoas virem fazer a habitual campanha do medo.

Dia 24 de Junho, foi de certeza um dia histórico, mas que também deu energia á tal quadratura de Urano, que simboliza os média, e activou a revisão dos Aspecto fundamentais dos sistemas Económicos Europeus.

Afinal Plutão, Marte e Saturno, se encontram em movimento retrogado, o que tem uma forte correspondência com Plutão, Marte e Saturno em leão na Casa 5 do mapa Astrológico do tratado de Bruxelas.

Lentamente já se começa a ver a Luz ao fundo do Tunes da grande vontade de muitas pessoas de devolverem a soberania e a identidade aos seus Países.

O signo de leão está relacionado com os assuntos da Identidade e no caso do mapa do tratado de Bruxelas, certamente muita tinta irá correr pelos médias e a divisão e diferenças de opinião onde muitos ainda irão dar energia ao medo, outros não. assuntos relacionados com os média, direccionam-se com Urano em gémeos na grande quadratura em T, oposto a Jupiter e em quadratura ao Sol.

Pela União e soberania dos Povos, assistimos a um momento Histórico na História da Europa este artigo foi apenas uma breve análise onde tentei entender o modo como os grandes ventos de mudança vão tomar forma na Europa e no Mundo.






















Sem comentários:

Enviar um comentário