Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Lua cheia do dia 5 de Março, a triologia da grande quadratura, o Yod ou dedo de Deus e o grande trigno de fogo



O mês de Peixes se estende aproximadamente de 20 de fevereiro a 19 de Março. A lua cheia de Peixes ocorre quando o nosso Sol está em Peixes. Fazemos meditações em grupo nesta época porque as energias se encontram mais disponíveis para absorção e distribuição. Sempre que as pessoas se reunirem com intenções elevadas, elas criarão um campo magnético que atrai energias elevadas.

O símbolo de Peixes mostra dois peixes ligados por um fio. Um deles é grande, o outro é pequeno. Este pequeno é a personalidade ou natureza física, emocional e mental quando fundidas e misturadas como uma unidade, O outro peixe é a alma humana, o Ser, o homem real.


Este mês é de especial importância para quem tem ascendente peixes, sol em peixes e ascendente em virgem ou sol em virgem, igualmente para quem tem o eixo-Virgem peixes com quadraturas e oposições, e ainda por razões da totalidade dos seus mapas astrológicos , devido a Neptuno desenhar no céu uma grande quadratura.                                                                                                                                                                                    O Sol evidentemente como se trata de uma Lua Cheia encontra-se em Peixes e a Lua encontra-se em virgem, O Sol em peixes está  em conjunção com Quiron e em quadratura com Saturno. Neptuno faz conjunção  ao sol em peixes e finalmente Saturno faz quadratura á Lua, a fechar esta grande quadratura no signo de água, sol em peixes, Saturno em sagitário e a lua no signo de Terra virgem.
Grande significado que vou explicar a seguir , o mapa de Lisboa indica sem dúvida, um sol na oitava casa astrológica conjunto ao quiron e a Neptuno em peixes, dissolvendo, transformando, regenerando, chocando por meio da dor as ilusões e desilusões, existe na realidade um bloqueio á individualidade, como se de um ataque se tratasse,(Saturno envolvido na quadratura em sagitário), como se os portugueses tivessem perdido o seu rumo, o seu rumo é um rumo na sociedade, Saturno rege o signo de terra Capricónio, é um rumo de perda total de identidade, com tudo o que é conhecido, uma rotura completa das pessoas com valores nacionais, hipotecados ao estrangeiro,(Europa), mas sem dúvida que se começa a desenhar no céu um clima de grande insatisfação generalizada da maioria das pessoas, finalmente a massa das pessoas se está a começar a individualizar, discute-se nos cafés, nos supermercados, as opiniões dividem-se, as questões da Justiça são o ponto principal de todas as conversas e dos noticiários, as coisas quando envolvem Peixes e Neptuno, ficam igualmente confusas, mas o tema esperança deve ser sempre o rumo e o pensamento para aqueles que já estão mais despertos.
Nesta mesma Lunação, temos um Yod, ou dedo de DEUS, O Yod requer uma renúncia ao passado para ingressar em uma nova fase na vida e a intervenção divina faz-se notar nas questões da Justiça, com Jupiter retrógrado em inconjunção com Quiron o propio sol e neptuno, Kiron e o Sol faz um  aspecto de 30 graus, um semi, sextil á cauda do dragão, a Marte Urano e Vénus, esta inconjunção vem revelar a dor confusa do significado de peixes e seu Planeta regente Neptuno.
Sempre que se encontre num mapa, aspectos de semi sextils, sextis, inconjunções, nota-se sempre um acelerado processo do plano espiritual a fim de validar o plano das forças que pretendem a evolução aqui na terra e aqueles que têm esses aspectos fortes num mapa vêm com essa missão, no mapa desta lunação analiso  a grande intervenção divina que está acontecendo com muitas pessoas que procuram dar sentido ao que está acontecendo nas suas vidas, que neste mapa e nesta lunação torna-se muito visível a grande luta e batalha travada, com muito trabalho de pessoas que travam diariamente essa batalha, pela verdadeira Justiça, aquela que não é corrompida pelo homem aqui na terra,(A inconjunção de Jupiter retrógrado liga também a Plutão que se encontra conjunto a Ceres, na casa 6 do trabalho e da saude), Ceres está associado ao trabalho, convocando assim todas as pessoas que podem fazer algo o façam, contrariando aqueles que pretendem escravizar de todas as maneiras a simples condição de ser humano na terra

Muitos autores referem-se ao Yod As pessoas que têm um Yod em seus mapas geralmente experimentam crises em suas vidas, que devem enfrentar e resolver através de uma mudança de consciência». E acrescenta: «O Yod requer uma renúncia ao passado para ingressar em uma nova fase na vida».
 Esta configuração se chama também de «Dedo de Deus», além de «Dedo do Destino» ou «Mão de Deus». Na prática quer dizer que esta dificuldade é superada com intervenção Superior. Contrariamente a apenas 1 quincúncio que se torna um aspecto mais difícil de contornar, o Yod, claramente aponta-nos um caminho, na direcção do planeta principal da configuração.
Este Yod ou Mão de DEUS como é chamado, está ligado, a Plutão que está conjunto a Ceres, que está relacionado com a casa 6 e ao signo de Virgem e o Sol, que está conjunto a Neptuno e a quiron. O Sol e Kiron, faz um belíssimo semi sextil, (aspecto de 30 graus) a Marte, Urano e Vénus, que vai ligar a um belíssimo trigno de fogo.
Acontecimentos inesperados e notícias são de esperar com esta configuração, do estrangeiro, Urano revela o inesperado e encontra-se na casa 9, países estrangeiros e está ligado a Vénus, Marte e cauda do dragão, planetas que estão também em contacto com um semi sextil a Kiron, Sol e Neptuno, que fazem um sextil a Plutão, Saturno a envolver o grande trigno, requer responsabilidade de quem detêm o poder, Resultado, revolta de muitas pessoas em Portugal e no mundo que se recusam a ser escravizadas num sistema que os enganou manipulou.

Sublinhando a força desta Lunação de Março

Uma grande trigno de fogo, nos signos de Carneiro, Leão e Sagitário
Uma grande quadratura que envolve os signos terra,(Virgem), fogo, Sagitário e Agua,(Peixes
Um yod que envolve os signos de virgem e Capricórnio, signos de terra, e ainda o signo de peixes

Intervenção do plano espiritual, sem dúvida quando os Planetas transportais trabalham e colaboram com o Yod, e o grande trigno de fogo pressionando a grande quadratura, travando uma grande batalha no céu e na terra e tal com disse Hermes trismegisto, tal com é lá em cima no céu, assim é na terra.









quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

A formação do novo governo grego, Sol em Aquário, ascendente em virgem, Lua em Carneiro, o serviçoe e a vontade de um Governo e de um povo de fazer diferente

O Novo Governo Grego, nasceu no dia 25 de Janeiro de 2915 ás 20.35, o mapa registado indica que o novo Governo Grego nasceu com o Sol em Aquário, a Lua em Carneiro e o Ascendente Virgem, como não escrevo só para astrólogos e estudantes avançados de astrologia usarei linguagem simples para todas as pessoas compreenderem a dimensão e poder deste povo  que tanto fez e lutou na conquista e aparecimento de um Governo com esta dimensão, passo a seguir a uma breve análise da missão do novo Governo, focando-me nos aspectos essenciais.


 Este novo Governo identifica-se com o partido  Syriza e com Alexis Tsipras  que foi eleito primeiro ministro da Grécia.  No mapa astrológico da formação deste novo Governo Virgem surge no ascendente e está associado á casa astrológica 6 do trabalho do serviço e da saude indica que ele vem para servir,(Jupiter em Leão na casa 12, casa de serviço aos outros) e as pessoas identificam-se ,(Lua na casa 8 em carneiro,) identificam-se portanto com as novas iniciativas, Carneiro  para por fim a um passado doloroso onde a afirmação do Poder é uma mais valia, rejeitando serem dominados por um sistema económico de poder absoluto, Lua em quadratura com Plutão).  Mercúrio retrogado na casa 6 e Jupiter retrogado na casa 12 em oposição, indica que a tarefa de servir o povo não é nada fácil .
Jupiter a trabalhar nos bastidores da casa 12 e em movimento retrogado indica que a expansão vai ser lenta e progressiva, Jupiter o Planeta da expansão encontra-se em Leão  e na casa 12, a expansão de Jupiter está directamente relacionada com o Planeta regente da casa 12,  serviço aos outros, Neptuno que se encontra também na casa astrológica 6 , que se encontra em aspecto de conjunção com Marte e em aspecto tenso com Saturno em sagitário. Sendo Jupiter o Planeta regente do signo de Sagitário essa mesma expansão está relativa com o bom trabalho de bastidores , casa 12 e da vontade de um povo que quer a sua independência económica para se levantar e poder afirmar-se como povo sem dúvida. Identificar-se com os assuntos do ascendente do Mapa, Virgem é um signo de serviço aos outros pelo trabalho, que também indica preocupação com tudo o que tenha a ver com os sistemas de saúde, a fim de progredirem saudavelmente como povo e como nação. Todo o mapa indica as questões prioritárias para a apresentar aos outros países com muita força e determinação. Touro na casa 9.
De facto na economia, assuntos de Jupiter existem aspectos originais e criativos, diria mesmo geniais, assuntos de virgem e da casa 6, Mercúrio na casa VI faz aspecto de sestil á Lua, a Úrano e á cauda do dragão e em carneiro, e na casa astrológica 8, registando a vontade e afirmação do povo de um novo começo, a casa 8 é associada á morte e regeneração e carneiro nessa casa astrológica indica iniciativas e acção soluções imprevistas desconcertantes, originais e criativas, (Úrano em carneiro e mercurio em aquário,planeta regente de Úrano) são previstas com este posicionamento astrológico de um modo inesperado, penso que a pessoa que representa neste mapa esta configuração é o Ministro da economia, O economista Yannis Dragasakis, vice-primeiro-ministro e responsável pela coordenação económica no novo Governo grego, é o único membro do executivo de Alexis Tsipras com experiência governativa e um dos autores do programa económico do partido Syriza.
Na casa 3 encontra-se a roda da fortuna, e Saturno em sagitário faz um sestil ao sol em aquário, Saturno faz uma quadratura a Neptuno e a Marte, muito incompreendido este Governo vai encontrar sem dúvida obstáculos na comunicação da sua vontade de soberania perante a Europa, mas penso que no fim não se vai desviar da sua meta conquistando pequenas vitórias, até á vitória final.
Na linha evolutiva encontramos o Nó Lunar Norte, em balança na casa 2,  que simboliza para onde todas as energias estão voltadas a fim de obter, energias essa voltadas para servir, casa 1 em primeiro lugar o povo, ideias extremamente avançadas para a epoca que estamos a atravessar e que desconcertam totalmente de uma maneira imprevista os seus parceiros Europeus, Vénus, o Planeta Regente de Touro e Balança, encontra-se em Aquário e oposto a Jupiter, no entanto mostram-se firme nas suas ideias, Touro o signo natural da casa 2, encontra-se na casa 9, indicando firmeza de ideais, perante países estrangeiros,(casa 9).
Curiosamente, é das parte de Portugal que pelo menos numa fase inicial, que este Governo encontra maior oposição, Kiron está na casa 7 e em conjunção com o Mapa de Portugal, e será provavelmente de Passos Coelho que tem maior oposição, porque Passos coelho é do signo Leão e Jupiter retrogado em Leão, opõe-se a Vénus e á Mercúrio, vamos ver a atitude dos Governantes actuais perante a esta situação inovadora e com novas iniciativas do Governo Grego.
 Sabe-se que a Europa tem que mudar e algum país tinha que tomar iniciativas, pela vontade do povo, Úrano, nó Lunar Sul e Lua na 8 em Carneiro e a fazer trigo a Jupiter Retrogrado e sextil a mercurio em aquário.
E Plutão lá está a 14 graus de Capricónio, marcando o ritmo no tempo e no espaço, denunciando tudo o que está podre e já não serve para os fins evolutivos, é apenas um povo com muita força unido, sem dúvida a querer libertar-se da escravidão económica a que foi sujeito nos últimos anos, povo com uma história, cultural e espiritual muito forte.
Aqui podem ler um pequeno resumo da riqueza cultural e espiritual, deste povo, sem duvida registada na memória ancestral colectiva do povo Grego da actualidade.
Atenas é a capital da Grécia e também a capital da Ática. Além de ser uma cidade moderna, Atenas também é famosa por ter sido poderosa Cidade-Estado e um centro de cultura muito importante nos tempos antigos.
Na Mitologia os gregos tem uma forte cultura, o asteróide  conhecido como Palas Atenas é o grande protector da capital,e num mapa astrológico indica o ponto onde se recebe protecção divina, certo é que em todos os estudos astrológicos Palas realmente onde se encontra num mapa é onde a pessoa recebe protecção divina ou se ilude nessa mesma protecção divina, caso palas esteja em aspecto tenso com outros planetas.
Os gregos tinham um sentido do mundo profundamente místico e religioso. Os antigos situaram de maneira muito precisa alguns de seus mitos. Os cidadãos de Atenas, Corinto e Tebas podem ver continuamente com seus próprios olhos as zonas de actividade de seus heróis e deuses. Desde os tempos de Homero até a desintegração do império de Alexandre, os gregos se sentiam um povo diferente de todos os demais, aos que chamavam bárbaros.
Conforme a lenda, a deusa Atenta escolheu a terra de Grécia para seu povo favorito, situada estrategicamente entre o norte gelado e o sul tórrido.
A religião grega conciliou seus deuses baixo formas antropomórficas e sobre eles criou uns mitos de uma riqueza excepcional. São tão fascinantes que todas nossas manifestações culturais, especialmente a literatura e a arte, em qualquer época histórica, se inspiraram em eles. A religião teve sua origem nos cultos e as crenças ligadas à vida quotidiana e à agricultura. Veneravam às forças sobrenaturais, que traziam a fertilidade e a fecundidade. Deusas e deuses de corpos inacreditáveis, ligados a animais ou vegetais eram adorados nos campos, templos e moradas construídas para eles. Lhes levavam oferendas, rendiam sacrifícios, em festas que davam lugar a procissões, representações, danças e jogos ginásticos.
O panteom grego estava organizado como uma sociedade familiar: Zeus, Poseidon, Hermes, Ares, Dionisio, Hera, Atenea, Artemis.
Junto a eles apareciam animais de variadas formas como as sirenas, esfinges, hidras, quimeras, grifos, gorgonas, que procediam de Creta e Oriente. Sem dúvida os mitos estão ligados a grandes aventureiros cujas lendas se formaram em torno das viagens de exploração características da época micénica (1580-1100 a.C.), e a lugares importantes da época. Os mitos tal e como os conhecemos hoje são a criação de grandes poetas, que se inspiraram nas lendas populares. Entre os escritores maiores de estes tempos encontra-se Homero, cujas obras a Ilíada e a Odisseia são conhecidas no mundo inteiro.


Yanis Varoufakis, ministro de Finanças da Grécia (Foto: Pantelis Saitas/EFE)
Yannis Dragasakis
Alexis Tsipras