Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Sirus, a mais brilhante estrela do sistema Solar



Falando sobre esta estrela do nosso sistema Solar, ela está a 8.2 anos luz da terra.
Emite mais 23 vezes luz do que o Sol e é 1.8 vezes maior do que ele.

È representada pelos egípcios, por um cão, e aparece nos monumentos e templos antigos

Os egípcios acreditavam que Sirios detinha o Destino do nosso Planeta. Acreditavam que é para lá que iam as almas dos faraós e sacerdotes após a morte, para receberem instruções.
Por conta disso ergueram as Tão cconhecidas pirãmides , morreram muito escravos para satisfazer o desejo dos faraós e sacerdotes nas suas crenças.

Tem sido assim que se tem feito a história da Humanidade.


Segundo pesquisas que fiz . Sirius era atribuida ao Deus Thoth, oa a Hermes dos Egipcios, ou Mercúrio dos Romanos.

Os povos da antiguidade detinham um conhecimento de matemática, astronomia , arquitectura, que se foram perdendo nos ciclos do tempo.

Historiadores referem-se a Thot como um estrangeiro que chegou ao Egipto durante a era de Cancer, acreditam que pode ter sido o primeiro habitante de Atlãntida a trazer seu conhecimento ao Egipto.

Hermes como ficou mais conhecido é considerado o patrono da Astrologia e seus princípios herméticos, contidos nas tábuas de esmeraldas e descritos no livro "O Cabalion", são a base de toda a interpetação Astrológica.

O que se sabe da Atlãntida, da Lemúria do Egipto e outros povos que habitaram a terra , lançaram sementes de conhecimento do universo, para toda a humanidade.

Os três reis Magos, que seguiram e estrela de Belém tinham fortes conhecimento de Astronomia, num tempo em que nem se falava de Astrologia, nestes povos antigos um astrónomo era um sacerdote ele servia as energias universais era um iniciado.

Um iniciado era um estudante que através do conhecimento expandia a sua consciência no caminho da Ascensão.


Sem comentários:

Enviar um comentário