Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Os benefícios e as oportunidades de Leão em 2014 e 2015, com o ingresso de Júpiter em Leão

O Sol ingressou no dia 22 de Julho ás 22.41 no signo de Leão.

CARNEIRO – LEÃO – SAGITÁRIO
(Cardinal – Fixo – Mutável)
Casas 1 – 5 – 9

Muito fogo num mapa: Astrológico é um forte indicador que a pessoa pode ser bastante autoritária  a paixão suscita excessos ou reacções inesperadas; arrogância, orgulho  e intolerância.

                                                             Falta de fogo num mapa indica que a pessoa não tem Vitalidade e tem tendências Materialistas.

                                                                                                                                                                                                                                                                              As pessoas nascidas entre 23 de Julho e 23 de Agosto pertencem ao signo de Leão
Este signo tem como regente o Sol
A frase que melhor define este signo: “Eu quero

O signo Leão apresenta as características positivas básicas:
Idealista, criativo, generoso, romântico, optimista.

O lado menos luminoso do Leão é ser :
Vaidoso, arrogante, cruel, pretencioso, tem medo do ridículo.
Acção luminoso de Leão:
O rei.

Acção sombria de Leão:
O tirano, o fanfarrão.

Pensamento luminoso de Leão:
O cientista.

Pensamento sombrio de Leão:
O optimista.

Sentimentos luminosos de Leão:
A pessoa paternalista.


Júpiter que ingressou no dia 16 de Julho em leão e durante um ano é uma excelente oprtunidade para todos os nativos  de Leão, com o ascendente Leão ou com uma energia muito forte em Leão , para em consciência integrarem todos os aspectos divinos do Planeta Júpiter e de seu signo regente Sagitário.
Sagitário pertence á triologia de fogo, Carneiro, Leão e Sagitário.

È Através desta triologia que Júpiter irá iluminar a consciencia dos Leoninos em especial, nos aspectos de uma maior intervenção social de Justiça humanitária, do não conformismo ás directrizes  normais da sociedade estabelecida nos conceitos desumanizados das máquinas de fabrico sub humanas de sobrevivência a um sistema em falência "socio económica."


Terminará em Janeiro de 2015 o periodo de revisão dos assuntos sociais e de bloqueios emotivos , tempo esse em que Saturno já estará integrado nos assuntos de Sagitário, devido á ingressáo  de Saturno em Sagitário de dia 23 de Dezembro de 2014, isto  é a dar forma a todos os assuntos relacionados com sagitário e seu Planeta Regente Júpiter, tempo de semear e colher o que se planta ao nível dos ideais, que quanto maiores forem maior a luz do Sol, fonte de energia do  nosso sistema solar.

Tendo como fonte principal de sustentação Júpiter e vivendo a triologia de Fogo,  Carneiro em Ùrano lidera tudo o que é novo e diferente através do coração do Sol em Leão, para por em prática as novas ideias daquela fé que move Montanhas  da ignorância e do pessimismo de se pensar que somos menos do que realmente somos. 

Júpiter em Leão vai dar vitalidade na Justiça das leis directamente da fonte das hierarquias sociais que criaram o mundo dos Homens, com a forte união dos Planetas lentos ou transpessoais.

Daqui por um ano Júpiter fará conjunção a REGULUS o coração de Leão que se encontra actualmente no primeiro grau de Virgem que indica serviço á humanidade e representa também um grande avanço para todos os Leoninos de abrirem o coração ao serviço á humanidade.

Regulus é uma estrela fixa, que é dado o nome de estrela fixa porque se move 1 grau a cada 72 anos, portanto Regulus vai estar muito tempo em Virgem e em conjunção com Leão e isto significa o começo de uma nova era na humanidade.

A resistência a estas grandes verdades Universais é o que se tem visto um pouco por todo o Mundo, mas tudo faz parte deste grande plano Universal, onde todos são chamados e poucos os escolhidos.



domingo, 6 de julho de 2014

Lua wobble e a relação com Saturno e os Planetas Lentos em Movimento Retrógado



No dia 16 de Julho de 2014 o Sol a 23º52' do signo de Câncer estará em quadratura com os Nodos Lunares a 23º52' de Áries e Libra, quando estará ocorrendo o fenómeno da Lua Wobble. Chamada também de Lua Bamboleante, seus efeitos são parecidos com as ocorrências relacionadas aos planetas retrógrados e terá vigência entre 01 e 23 de Julho de 2014, ou seja, duas semanas antes e uma semana depois do aspecto no grau exacto.

Lua Wobble ou Lua Bamboleante ocorre quando o Sol forma uma quadratura, conjunção ou oposição com os Nodos Lunarestambém conhecidos como Cabeça e Cauda do Dragão.  Os Nodos não são corpos celestes e sim 2 pontos virtuais detectados na intersecção da trajectória da orbita da Lua com a trajectória aparente do Sol em torno da Terra. Todo ano o Sol realiza esses aspectos tensos com o eixo nodal, ocasionando assim a  Lua Wobble.

Geralmente a Lua Wobble costuma anunciar grandes mudanças de vida. Um dos aspectos mais interessantes é a sua relação com o passado. É provável que venhamos a reencontrar ou receber notícias de pessoas e situações do passado de uma forma totalmente inesperada. Essa probabilidade estará aumentada devido ao movimento de Saturno , Netuno e Plutão em movimento retrógrado,  Ùrano a começar dias depois o seu movimento Retrógrado.

Esta Lua Wobble, é de muita importância  devido a Saturno e os Planetas lentos se encontrarem em movimento retrogado .

Saturno a 16 graus de Escorpião que vai mudar para o signo de Sagitário no dia 23 de Dezembro
Neptuno que se encontra em movimento retrógrado no grau 7 de Peixes e que vai passar a directo no dia 16 de Novembro

Plutão que se encontra em movimento directo e que vai passar a directo no dia 23 de Setembro.


Úrano que dias depois do grau exacto da lua Wobble no dia 22 de Julho entra em movimento directo, quase na altura de Saturno que  ingressa no signo de sagitário.

Júpiter vai ingressar no signo de Leão no dia 18 de Julho

Sendo o Mês de Cancer, signo de água e cardinal "coincidente" com a lua Bamboleante, isto significa que todos os assuntos relacionados com o passado(memórias inconscientes) vai atrair todo o tipo de acontecimentos e pessoas com as correspondentes limpezas Kármicas necessárias a fim de se iniciar os projectos evolutivos necessários para a entrada do novo ano (2015), por isso estes últimos 6 meses são muito importantes para o que se espera encontrar tanto a nível individual, como a nível colectivo, mesmo o estado, o Governo é feito de indivíduos que não será lá muito aconselhável resistir a estas mudanças que estão a acontecer um pouco por todo o mundo.

A nível Pessoal, os assuntos de família, patrões, chefias, amigos, redes sociais, procura intensa de fazer pontes entre as pessoas e a arte de dar e receber informação, os encontros e desencontros entre as pessoas, faz parte das regras do jogo entre a grande busca e insatisfação dos novos horizontes que ainda não são bem visíveis, mas estão ficando cada vez mais claros e nítidos devido á grande saturação de grupos sociais que aparecem tentando cada um á sua maneira de fazer ouvir a voz  do espírito na voz humana que é feito um pouco da experiência de cada um de nós, mas ainda de uma maneira algo descordenada. Estarão em maior sintonia aqueles que já começam a entender as regras deste grande jogo social, ainda que tenham aspectos tensos em seus mapas Astrológicos á conta de tanto procurar caminhos feitos na constante impermanência das grandes leis da mudança, já encontraram o ponto do equilibrio que é ponto do não retorno ao estado de ignorar os sinais de mudança com a participação do colectivo.

A Nível do colectivo, o foco principal é o Governo e todos aqueles envolvidos Kármicamente com o domínio público  e os formadores da opinião Pública com a tentativa de manipular informação, que só não a encontra quem procura viver á conta do escapismo e da ilusão, muito conveniente para o sistema de Governo tal e qual o conhecemos que vive e ganha milhões á conta das ilusões que vende as noticias de todos os dias.

Estes 6 meses representam também o fim da recepção mutua entre Saturno em escorpião e Plutão em Capricónio, dando a necessária preparação para todos os assuntos de justiça social se de debaterem no encontro de soluções do domínio social, devido ao ingresso de Júpiter no signo de Leão, pelo que é aconselhar de no próximo ano se ter a mente e o coração aberto.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

O signo Ascendente, Integrar o passado para viver o presente, a porta de entrada e saída Kármica

                                    
               O signo Ascendente é determinado pelo grau exacto de um dado signo que se está a levantar no ponto Leste do horizonte à hora exacta do 
              nascimento. Se o Sol representa a essência da individualidade em desenvolvimento e a Lua a personalidade com que essa individualidade terá de lidar nas tarefas terrenas, o Ascendente significa a porta de entrada na “cena” da vida e indica o caminho ou tendência de expressão do que quer que seja por nós começada de novo. Sempre que algo na vida de determinada pessoa é activado ou iniciado, nessa fase, irão repetir-se as mesmas características absorvidas no momento do nascimento. Assim, o Ascendente significa as qualidades que deveríamos expressar no processo do auto conhecimento, assim como o signo oposto, que é o Descendente, significa o conhecimento que devemos absorver dos outros. E, diz-se “devemos”, porque nem sempre conseguimos expressar-nos desse modo. Pois pode haver factores no horóscopo pessoal a condicionar a expressão do Ascendente. Damos um largo passo em autoconhecimento desenvolvendo as qualidades do Ascendente. Os textos seguintes dão uma breve descrição das tendências de cada signo em ascenção.




            O Ascendente Carneiro: o propósito deste signo Ascendente é ser decidido e enérgico na acção. Expressar o seu poder criativo desbravando terreno com a sua coragem e impetuosidade, será enveredar por caminhos que o podem levar a múltiplas experiências que, mesmo inacabadas, lhe poderão permitir a livre expressão. Carneiro não espera que as coisas aconteçam por si próprias. Com Balança no signo Descendente, precisa controlar melhor os seus ímpetos e necessidades aprendendo a ir ao encontro das dos outros. Contudo, deve primeiro reconhecer as suas próprias, sendo ele mesmo. Sendo Marte o planeta regente do Ascendente Carneiro, quando este não encontra formas de dar vazão à sua energia e necessidade de liberdade, a frustração instala-se acabando por resultar num empobrecimento da força de vontade. Se for este o caso, mais tarde na vida terá de se defrontar com toda raiva acumulada em resultado das inibições sofridas.

            O Ascendente Touro: neste caso, a atitude será a inversa de Carneiro ascendendo. Ao ser constante na permanência das experiências, o Ascendente Touro terá como “prémio” o desenvolvimento da perseverança que o ajudará no alcance dos seus objectivos. É de extrema importância o planeamento antes da execução de modo a evitar precipitações. Com Escorpião no signo Descendente, a tendência será para envolvimentos carregados de intensidade emocional com ciúme e possessibilidade por permeio. Nesta atitude, acabam por ser abalados na sua tendência para a fixidez por vezes preguiçosa pela necessidade de segurança. Isso obriga-os a enfrentar o lado destrutivo da sua natureza emocional, desenvolvendo assim maior domínio sobre si mesmos. Sendo Vénus o planeta regente deste Ascendente, é importante dar atenção às suas necessidades emocionais para poder construir um senso de selectividade e auto-estima.

             O Ascendente Gêmeos: o sentido de identidade é alcançado através da troca de ideias e desenvolvimento da capacidade de comunicar pela palavra falada ou escrita. Para a pessoa com este signo Ascendente, seria benéfico o treino em adaptar-se às variações do ambiente que, aliás, ela própria procura. Mercúrio, como regente de Gémeos ascendendo, está sob a influência do elemento Ar. Assim, a tendência para a curiosidade intelectual leva-o à necessidade de compreender tudo à sua volta. Com o signo de Sagitário no Descendente, o ideal seria estabelecer elos de ligação com pessoas que o ajudasse a direccionar a propensão para a confusão de ideias e dispersão a que está sujeito, de modo a conseguir focalizar-se em algumas metas na vida.

            O Ascendente Caranguejo: neste caso, a tarefa é o desenvolvimento da intuição através da sua sensibilidade, muitas vezes prejudicada pela dificuldade em lidar com a própria vulnerabilidade. Nesta atitude, acaba muitas vezes por se defender refugiando-se na sua “carapaça”. Entrar em sintonia com os seus sentimentos e respeitar os próprios ritmos internos seria de suma importância para uma maior realização pessoal. As pessoas com este signo Ascendente, ao serem regidos pela Lua, assumem um comportamento de extrema sensibilidade à variações de ambiente. Há também a tendência para ficarem presas a questões relacionadas com experiências do passado. Com o signo de Capricórnio no Descendente, a procura de estabilidade e segurança é tentada através dos outros, até entenderem que é dentro deles mesmos que terão de encontrar esses valores.

            O Ascendente Leão: a necessidade de ser alguém e de se sentir importante expressa-se pela tendência de manifestar individualidade, domínio e força, procurando sempre um ambiente onde possa desenvolver a sua criatividade e o exercício do poder e autoridade. Neste contexto, não se poupa a esforços para se auto promover. A necessidade de aplauso e gratidão por parte dos outros são coisas que gosta de receber como reconhecimento do seu valor. Tal como o respeito e admiração, que nem sempre são conseguidos sem o desenvolvimento do esforço e treino do respeito recíproco por aqueles a quem procura impressionar. O Ascendente Leão é regido pelo Sol. Com o signo Descendente em Aquário, acaba por ir ao encontro de pessoas que lhe propõem uma visão e perspectiva de viver a vida e olhar o mundo para além da sua própria.

            O Ascendente Virgem: organização, detalhe, discriminação e análise fazem parte da experiência deste Ascendente para o desenvolvimento das suas competências. Os cuidados com a ordem, o corpo, a saúde e o bem-estar são algumas das suas preocupações que, quando elevadas a um extremo, podem conduzir a atitudes fechadas e obsessivas, acabando por perder a espontaneidade. Para além de Gémeos, Mercúrio rege também o Ascendente Virgem, mas passa a estar sob a influência do elemento Terra. Neste sentido, e ao contrário da dispersão do Mercúrio geminiano, a tendência é para uma mente concentrada e de sentido prático. Com Peixes no Descendente, o propósito é aprender a relacionar-se com pessoas que lhe mostrem um modo de ver a vida mais complacente, descontraído, com maior grau de aceitação e menos crítico.

            O Ascendente Balança: são conhecidos como “aqueles” que ficam em cima do “cerca” sem saber para que lado “cair”. As decisões são tomadas após dura “batalha” interior na tentativa de fazer justiça para ambas as partes. Todos os aspectos de um problema têm e devem ser levados em consideração. Mas, quando exagerada, essa tentativa de analisar uma questão por todos os lados leva-o a mergulhar em indecisões e perda de objectividade. Para além de Touro, Vénus é também regente do Ascendente Balança, passando a estar sob a influência do elemento Ar. Assim, a esfera dos relacionamentos e seus valores tornam-se na aprendizagem de lidar com as consequências resultantes das suas escolhas. Com Carneiro no Descendente, terá de treinar a gestão entre a necessidade de equilíbrio e responder ao chamamento para ser mais decisivo.

            O Ascendente Escorpião: este é um trabalho difícil em que a natureza humana tem de levar para a luz da consciência o lado obscuro do seu ser, reconhecendo os sentimentos negativos e tentar canalizá-los de forma construtiva. Muitas pessoas com este Ascendente ficam, elas próprias, perturbadas e perguntando-se por que é que as coisas se destroem à sua volta. Mas é o seu próprio impulso inconsciente que leva ao derrube e remoção das velhas estruturas. Neste processo de purificação, o acumular de pressão só conduz a explosões destruidoras. O planeta Plutão rege este Ascendente e simboliza o chamamento para uma profunda transformação interior. Qualquer tipo de resistência que teime em persistir é completamente arrasada pelas circunstâncias exteriores, que de resto é a própria pessoa que atrai. Com Touro no Descendente, convém aprender a equilibrar os impulsos turbulentos e passionais desenvolvendo calma e estabilidade.

            O Ascendente Sagitário: é o pesquisador incansável que antes de chegar ao fim de uma meta está já a pensar em seguir outra. O que é mais atraente para ele é a viagem em si, não a chegada. Com o seu natural jeito para inspirar os que o cercam, vive dividido entre a busca da sua natureza mais elevada e os prazeres terrenos. Uma das lições é aprender a gerir os seus valores éticos e não permanecer apenas no mundo das hipóteses. Tendo o planeta Júpiter como seu regente, existe em algumas pessoas com este Ascendente uma tendência para a magnanimidade, que por vezes os podem colocar em situações difíceis e acima das suas posses, ou até impossíveis de cumprir. Com Gémeos no signo Descendente, o Ascendente Sagitário é “convidado” a um pensamento mais atento, no sentido de aprender a coligir os dados práticos com vista a servir algumas das suas metas e realizações.

            O Ascendente Capricórnio: precisa de estruturar a sua vida com cuidado, disciplina e de acordo com as suas ambições. É muitas vezes pelo esforço, trabalho e algumas frustrações que aprende a noção do significado de certas leis e limites. Possuindo a visão das possibilidades de algo que está para ser realizado, é desenvolvendo o conhecimento para lidar com os assuntos práticos que alcança a sua realização. Com o planeta Saturno como regente deste Ascendente, a influência é a de poder envolver-se numa atitude em relação às responsabilidades a tomar, como forma de escapar da sua faceta emocional em defesa da própria segurança. Com o signo de Caranguejo no Descendente, acaba por atrair pessoas que lhe devolvem a necessidade de prestar mais atenção aos seus sentimentos e emoções, que naturalmente se opõem à sua rigidez e inflexibilidade.

            O Ascendente Aquário: encontra-se a si mesmo dando  ao seu sentido de esperança e visão de que tudo na vida pode vir a ser melhor. As suas ideias desafiadoras e revolucionárias levam-no muitas vezes a enfrentar algum tipo de autoridade, na medida em que a sua postura visionária está para além do aceitável pela sociedade da sua época. Tendo o planeta Úrano como seu regente, o Ascendente Aquário começa ainda jovem a defender os seus ideais de liberdade, que o pode levar a romper com os laços familiares bem cedo na vida. Com o signo de Leão no Descendente, pode aprender que os ideais de igualdade, solidariedade, justiça e fraternidade podem ser válidos quando aplicados com nobreza, fidelidade e lealdade sem se perderem em noções erráticas ou verdadeiras utopias.

          O Ascendente Peixes: vive em permanente conflito interno entre o lado terreno e concreto da vida e as forças que o empurram para o outro lado mais espiritual e transcendente. Nessa dualidade deve harmonizar os dois aspectos dentro de si, isto é, criar um sentido de identidade que não exclua a noção de pertencer a algo maior. Porém, sem perder o contacto com a realidade terrena. Quando este dilema atinge proporções acentuadas, há o risco de se perder numa atitude de escapismo entregando-se por vezes a acções destrutivas como tentativa de aliviar as penas pelo facto de ter de existir. O planeta Neptuno é seu regente como símbolo de entrega incondicional à vida. Com o signo de Virgem no Descendente, pode aprender através do bom senso, cuidados de saúde física e expressar os seus ideais espirituais em causas humanitárias ou artísticas.



    quarta-feira, 2 de julho de 2014

    As doze casas astrológicas, as doze experiências de vida

    Uma regra simples define muito bem o nosso mapa natal: os planetas mostram o que acontece; os signos  mostram como acontece e as casas mostram onde acontece. 
    As Casas Astrológicas portanto, representam os vários setores da nossa vida. Como expressamos estes setores nos é revelado através dos signos e planetas contidos nas 12 Casas do nosso Mapa Natal. 
    As primeiras seis casas são individuais, começando pela casa I que é o início de tudo, nossos primeiros passos, nosso corpo físico, indo até a sexta casa que define nossos hábitos e a nossa relação com trabalho e saúde.

    As seis últimas casas são colectivas, indo da nossa necessidade de relacionamentos e parcerias na sétima casa, passando pela consciência social da décima primeira casa,  até o nosso subconsciente, a casa doze!



    Casa I ou Casa Ascendente


    Signo Natural: Áries


    Planeta Regente: Marte



    A primeira casa representa o nosso meio ambiente inicial. É nosso corpo e traços físicos, a primeira respiração que possibilita o início da vida. O que viemos buscar nesta jornada e o que queremos conhecer dela está implícito na primeira casa. 


    É através do signo desta casa que iremos manifestar a nossa individualidade.
    mmm



    Casa II


    Signo Natural: Touro


    Planeta Regente: Vênus


    A segunda casa representa nossos valores, talentos e recursos pessoais de ganhos ou perdas materiais. A segunda casa é associada a posses, mas os valores do homem não são apenas materiais: dignidade e necessidade de realização fazem parte da segunda casa. 


    Aquilo que entendemos como segurança pessoal são assuntos desta casa.
    mmm



    Casa III


    Signo Natural: Gêmeos


    Planeta Regente: Mercúrio



    A terceira casa representa o desenvolvimento mental, nossa comunicação e expressão e nossa capacidade de assimilação e de aprendizado de novas idéias. As áreas de jornalismo, ensino, mídia, conferências e escritos. Esta casa descreve os irmãos, os primeiros anos de escola, os meios de transporte e as pequenas viagens. 
    mmm



    Casa IV ou Fundo do Céu (Nadir)


    Signo Natural: Câncer


    Planeta Regente: Lua



    Nossas raízes, nosso lar, nossa "base" são assuntos da quarta casa, nossa família de origem e a herança psicológica. A quarta casa também se refere à nossa mãe.


    Por ser uma casa que nos diz de onde viemos, também a associamos ao nosso mais profundo eu. A quarta casa também aponta a segunda metade da nossa vida.
    mmm



    Casa V


    Signo Natural: Leão


    Planeta Regente: Sol



    A quinta casa nos fala de filhos, romances, jogos, especulações, diversões, férias e artes . O signo e os planetas nesta casa nos mostram onde e como podemos usar nossa criatividade e a nossa habilidade de produzir.


    Esse dinamismo, a possibilidade de brincar com a nossa criatividade, sugere que esta casa é o lugar da nossa "criança interior". Onde podemos ultrapassar nossos limites realçando nossa individualidade e encontrando nosso poder.
    mmm



    Casa VI


    Signo Natural: Virgem


    Planeta Regente: Mercúrio

    Toda a veia criativa da quinta casa precisa ser analisada e planejada pela mente disciplinada para ser executada, e é esta a função da sexta casa. O trabalho, a saúde e os nossos hábitos são indicados nesta casa. Ela ainda nos mostra os serviços prestados a outros e por isto indica o nosso emprego, os empregados, inquilinos, dependentes e animais de estimação. A alimentação, a higiene, as doenças assim como as condições que interferem em nossa saúde e nossas atitudes para permanecermos saudáveis. Tios e tias também são descritos na sexta casa.
    mmm



    Casa VII ou Casa Descendente


    Signo Natural: Libra


    Planeta Regente: Vênus

    A sétima casa fala dos nossos relacionamentos íntimos e das parcerias: sociedades, casamento, contratos, acordos e transacções com o público. Representa também o nível de cooperação que temos com os outros. O signo ou os planetas que se encontram na nossa sétima casa são fortes indicadores dos tipos de parceiros pelos quais nos sentimos atraídos. A sétima casa é a casa descendente (o ponto mais ocidental de nosso mapa, desaparece de vista na hora de nosso nascimento) e representa aquilo que temos dificuldade em perceber ou não percebemos dentro de nós mesmos e buscamos ou repelimos nos outros. Por isto a sétima casa é também a casa dos nossos inimigos declarados.
    mmm



    Casa VIII


    Signo Natural: Escorpião


    Planeta Regente: Plutão



    Regida por Plutão, a oitava casa representa o sexo, a morte, o renascimento e lida com nossas questões ocultas e nossas experiências místicas.


    Se a segunda casa mostra os nossos valores e recursos pessoais, a oitava mostra os nossos recursos conjuntos. Dinheiro corporativo, propriedades, heranças, custódias, seguros e impostos e ainda o "dinheiro do outro" (do sócio, parceiro ou cliente). O apoio que recebemos dos outros, portanto, é assunto desta casa. 
    mmm



    Casa IX


    Signo Natural: Sagitário


    Planeta Regente: Júpiter



    A filosofia, a religião e os sistemas legais e suas leis, as instituições em geral são representados pela nona casa. 


    Como lida com os assuntos da "mente superior" e nossos ideais, a nona casa nos mostra tudo aquilo que usamos como meio para dar sentido à própria vida: faculdades, mestrados, viagens longas (pelo conhecimento mais amplo de outras culturas), relações com estrangeiros e contacto e aprendizado de outras línguas. Como o nosso conhecimento nem sempre tem um fonte lógica, a intuição reside também nesta casa.


    O Clero, os sogros, os netos a ética e a opinião pública são assuntos da nona casa. 
    mmm



    Casa X ou Meio do Céu


    Signo Natural: Capricórnio


    Planeta Regente: Saturno

    A profissão, o lugar que ela nos faz ocupar na sociedade, a nossa reputação, reconhecimento e aquilo que representamos para os outros está associado à décima casa. O modo como "chegamos lá", se pacientes ou não, se agressivos ou firmes é indicado pela décima casa ou Meio do Céu. O status quo e o que isto implica: fama, promoções, ambições e as autoridades acima de nós, são assuntos da décima casa.
    mmm



    Casa XI


    Signo Natural: Aquário


    Planeta Regente: Ùrano

    Se a quinta casa nos fala da nossa criatividade individual e das nossas habilidades pessoais, a décima primeira casa nos mostra a necessidade de interagir com os amigos e pensar colectivamente. Portanto os amigos que atraímos e como os fazemos, os grupos, clubes, as associações, nossos interesses humanitários, os filhos adoptivos e enteados são assuntos da décima primeira casa, que é um lugar onde percebemos a nossa consciência social.  A maneira como avaliamos as possibilidades de ir atrás de nossos sonhos e desejos pode ser percebida através do signo ou planetas que estão em nossa décima primeira casa.
    mmm
         Casa XII
                                             Signo Natural: Peixes 
                                             Planeta Regente: Neptuno




    A casa XII representa o desejo de se unir a algo maior, nosso lado espiritual e místico. Traz o auto-sacrifício e a disponibilidade para se entregar de corpo e alma a objectivos mais altos. Também é onde fugimos e escapamos de nossa realidade para um mundo menos consciente, de sonho e fantasia. É nessa casa que os ciclos terminam para recomeçar de nova maneira na casa 1. Sendo assim, a casa doze contém as lições de todas as outras casas, incluindo seus erros e acertos. Rege todas as formas de isolamento, hospital, prisões, e também os sonhos e o inconsciente. É a casa de nossos segredos e do que gostaríamos de esconder. É uma casa onde se encontram os nossos inimigos ocultos, os nossos guias espirituais e também os nossos amigos de outras vidas.