Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Hamal, a estrela mais brilhante da constelação de Carneiro

Cilque na imagem para ampliar
                       Hamal é a estrela ALFA da constelação de carneiro que não é composta por muitas estrelas as estrelas mais importantes se localizam na região da cabeça de Carneiro, Hamal fica situada na testa do carneiro, por isso se associa a grande arma do carneiro que quando se sente ameaçado ataca e investe com a cabeça, associa-se naturalmente os carneiros de quando em estado de stress baterem frequentemente com a cabeça, e é aconselhado pelos astrólogos quando Marte e Plutão estão em aspecto tenso com outros Planetas dos quais se inclui Saturno, de evitar situações de risco que envolve a zona da cabeça.

    A estrela Beta, Sheratan localiza-se num dos chifres e representa a impassividade natural dos nativos deste signo, com tendência forte a sofrer todo o tipo de traumatismos na zona da cabeça, Ptolomeu associava estas duas estrela à combinação de  Marte Saturno.                                                                                                                                                                                                                          A constelação de Aires é representada por um Carneiro e está relacionada ao primeiro signo do Zodíaco,. É uma constelação relativamente pequena, que cobre um espaço de aproximadamente 20° de longitude celeste, e se localiza na região do equador celeste sendo um dos signos do Zodíaco. O primeiro deles. Suas estrelas não são muito brilhantes, por isso é uma constelação difícil de ser localizada em locais com poluição luminosa. Pode ser observada com clareza entre meados de Junho até fevereiro. O melhor momento para melhor observação é a partir de Novembro quando ela já aparece no céu ao nascer do Sol.
Para os gregos, Aires era o carneiro feito de ouro e que foi o grande objectivo das aventuras de Jasão, herói da mitologia grega. Acaba sendo associada a coragem e bravura, pois para chegar ao velo de ouro Jasão teria que passar por um terrível dragão. Entre os Hebreus antigos tratava-se do cordeiro sacrificado por Abraão e que iniciou a tradição judaica antiga de sacrifício de cordeiros para expiação de pecados. Para os chineses, essa era a constelação do cão.

Os povos antigos deixaram desenhadas essa figura que é muito pequena, os astrónomos em noite claras conseguem com equipamento adequado tirar a fotografia do céu a fim de estudarem e compreenderem o Universo.



Sem comentários:

Enviar um comentário